Educadores em greve ocupam recepção de gabinete para tentar reunião com prefeita

Grevistas queriam falar com prefeita de Dourados, mas foram recebidos por secretários e outros assessores.

Secretários e técnicos da gestão recepcionaram a comissão do Simted. - Foto: Divulgação

Membros do Simted (Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação) de Dourados estão reunidos na recepção de acesso ao gabinete da prefeita Délia Razuk (PR) desde as primeiras horas do dia. 

O grupo de educadores tenta reunião com a chefe do Executivo para tratar reposição e acerto do piso salarial deste ano e de 2017, respectivamente. Segundo o sindicato, neste ano foram incluídos apenas 2,68% do reajuste totalizado em 6,81%.  

Sobre o ano passado, a composição salarial de 7,64% ainda não foi paga aos trabalhadores da educação, conforme o sindicato.  

IMPASSE 

Por conta do impasse em solucionar as reivindicações dos profissionais, as aulas da Reme (Rede Municipal de Educação) estão suspensas desde a sexta-feira passada por tempo indeterminado. No mesmo dia, a Prefeitura de Dourados acionou a Justiça para suspender o movimento, porém, a determinação da liminar expedida pela desembargadora Tânia Garcia de Freitas Borges afirma que a greve poderá continuar, mas de forma parcial.  

Ela determinou que fosse mantida pelo menos 66% das aulas em atividade. 

Durante o manifesto na prefeitura, secretários e técnicos da gestão recepcionaram a comissão do Simted, porém, a intenção dos trabalhadores é encontrar a própria prefeita.