Prefeitura injeta na economia mais de R$ 4 milhões e está na conta do servidor salário de agosto

Mês passado os gastos com pessoal caíram em função dos 15 dias de férias escolares.

Prefeito Marcelo Ascoli durante entrevista ao RN. - Foto: Marcos Tomé/Região News

Já está na conta dos servidores municipais o salário do mês de agosto. A Prefeitura depositou na conta do funcionalismo mais de R$ 4 milhões (exatos R$ 4.147.957,40), que corresponde ao valor líquido de uma folha bruta de R$ 5.514.5417,92, com encargos que somam R$ 1.356.554,43.

Em relação ao mês passado, a folha somou R$ 5.184.911,44 (valor bruto) e R$ 3.855.254,40 foram depositados aos servidores, houve um aumento de 7,59%, que corresponde a R$ 292.703,03 (do valor líquido). Em setembro a folha será impactada em pelo menos R$ 150 mil com o pagamento da terceira parcela da equiparação do piso nacional do magistério, 16,75% sobre a diferença entre o piso nacional e o salário-base do professor da referência I.

Mês passado os gastos com pessoal caíram em função dos 15 dias de férias escolares.  Neste período os mais 320 professores contratados ficaram fora da sala de aula e, portanto não receberam. Só a folha dos 1.858 funcionários efetivos, computando-se apenas o salário-base, chega a R$ 3.383.303,125.

Neste grupo, 1091, que com os 3% de reajuste não atingiram um ganho de R$ 150,00, receberam um abono da diferença, totalizando R$ 105.554.30. O número de comissionados nos últimos dois meses aumentou de 247 para 279, elevando a folha de R$ 468.115,01 para R$ 494.763,702. O número de plantões caiu de 77 para 71 , reduzindo a despesa  para R$ 157 mil.