Mesmo com grão valorizado, quebra da produção de milho reduz em 6,24% faturamento bruto potencial

Este cenário pode ser revertido caso a combinação de queda da oferta e aumento da procura, melhore ainda mais a cotação do milho.

Mesmo com grão valorizado, quebra da produção de milho reduz em 6,24% faturamento bruto potencial - Foto: Assessoria Famasul

A redução de quase 40% na produtividade do milho safrinha (que caiu de 95,1 para 59 sacas por hectare) deve reduzir em até 6,24% o faturamento bruto dos produtores, tomando como base os preços atuais, comparados com os de 2017. Aproximadamente R$ 21,3 milhões deixarão de circular na economia. Este cenário pode ser revertido caso a combinação de queda da oferta e aumento da procura, melhore ainda mais a cotação do milho. 

Embora hoje o grão esteja cotado a R$ 29,00 a saca de 60 quilos, preço 38,88% melhor que o da mesma época do ano passado (R$ 20,88) a safra que acaba de ser concluída tem um faturamento potencial de R$ 320,5 milhões, enquanto a anterior, chegou a R$ 341,9 milhões

Ressalva-se que a volatilidade do mercado, influenciado pela lei da oferta e da procura, pode melhorar ou até mesmo derrubar estes preços. Além disso, cada produtor, regula suas vendas dependendo de suas condições financeiras. Quem estiver mais capitalizado, tem mais folego para segurar a produção e desovar num aumento de alta, quando o estoque do grão tiver caído. 

Histórico da Produção milho safrinha

Safra 2014

1º) - Maracaju

Produtividade

96,73 sacas por hectare

Área plantada

232.535 hectares

Produção

1.171.984 toneladas

2º) - Sidrolândia

Produtividade

99,52 sacas por hectare

Área plantada

156.617 hectares

Produção

809.032 toneladas

3º) - Dourados

Produtividade

98,28 sacas por hectare

Área plantada

135.035 hectares

Produção

691.517 toneladas

Safra 2015

1º) - Maracaju

Produtividade

98 sacas por hectare

Área plantada

232,535 hectares

Produção

1.266.125 toneladas

2º) - Sidrolândia

Produtividade

93,1 sacas por hectare

Área plantada

160 mil hectares

Produção

827.620 toneladas

3º) – Dourados

Produtividade

100,9 sacas por hectare

Área plantada

135.035 hectares

Produção

756.684 toneladas

Safra 2016

1º) - Maracaju

Produtividade

63,7 sacas por hectare

Área plantada

209.048 hectares

Produção

728.558 toneladas

2º) – Sidrolândia

Produtividade

75,7 sacas/ha

Área plantada

161.280 hectares

Produção

667.718 toneladas

3º) - Ponta Porã

Produtividade

69 sacas por hectare

Área plantada

143.713 hectares

Produção

552.850 toneladas

Safra 2017

1º) - Maracaju

Produtividade

104,1 sacas por hectare

Área plantada

251.339 hectares

Produção

1.409.846 toneladas

2º) - Sidrolândia

Produtividade

95,1 sacas por hectare

Área plantada

179.055 hectares

Produção

918.668 toneladas

3º) Ponta Porã

Produtividade

95,2 sacas por hectare

Área plantada

154.062 hectares

Produção

790.766 toneladas

Safra 2018

1º) – Maracaju

Produtividade

66,3 sacas por hectare

Área plantada

221.804 hectares

Produção

882.327 toneladas

2º) - Dourados

Produtividade

91 sacas por hectare

Área plantada

160.173,04 hectares

Produção

874.544,80 toneladas

3º) - Sidrolândia

Produtividade

59 sacas por hectare

Área plantada

187.356,61 hectares

Produção

663.242,40 toneladas