Gerson Claro diz que vitória é uma superação por ser filho de assentado

Gerson acompanhou a apuração dos votos em companhia de correligionários no comitê eleitoral na Avenida Dorvalino dos Santos.

Gerson Claro acompanhado de dona Marlene Claro Dino, durante as comemorações de sua vitória. - Foto: Marcos Tomé/Região News

Concorrendo na coligação que reunia sete partidos; Solidariedade, PPS, PSL, PSB, PP, PTB e PMB, o advogado Gerson Claro se elegeu deputado estadual, o primeiro candidato com domicilio eleitoral em Sidrolândia, a garantir diretamente vaga na Assembleia Legislativa. Gerson acompanhou a apuração dos votos em companhia de correligionários no comitê eleitoral na Avenida Dorvalino dos Santos.

Quando o Tribunal Regional Eleitoral anunciou o resultado final da eleição, com Gerson entre os 24 deputados estaduais eleitos, o futuro parlamentar não conteve a emoção ao lado da mãe, dona Marlene Claro Dino e foi às lágrimas. Lembrou-se do pai, que morreu recentemente, vítima de problemas coronários.

Gerson, que embora seja natural de Itaporã, construiu sua vida em Sidrolândia, onde trabalhou, estudou, deu aula após se forma professor, continuou estudando para se tornar advogado. “Tenho consciência da minha responsabilidade a partir da minha investidura como deputado. Nosso trabalho tem âmbito estadual, mas certamente, por nossa ligação pessoal e familiar com a cidade, as questões de interesse da população sidrolandense serão uma prioridade da minha agenda de trabalho”, destacou .

Hábil articulador política, Gerson se filiou ao PP que se juntou a outros seis partidos que elegeram sete parlamentares, dois deles, o Capitão Contar e coronel David, campeões de voto. Confira a reportagem em vídeo da comemoração da vitória do futuro deputado Gerson Claro.