Militar morre na colisão de Parati com carreta Scania na BR-060

Taciane, que foi ejetada da Parati, sofreu várias lesões e passa por avaliação médica na Santa Casa.

A Parati, que ficou completamente destruída, seguia pela rodovia em direção à Capital. - Foto: Álvaro Rezende / Correio do Estado

Uma pessoa morreu e outra ficou gravemente ferida, após ser ejetada do veículo, na manhã deste domingo num acidente na BR-060, a 8 quilômetros de Campo Grande. O militar do Exército, Leandro Roberts da Silva, 32 anos, morreu após o veículo Parati, que ele conduzia, invadir a pista contrária e atingir uma carreta Scania.

A Parati, que ficou completamente destruída, seguia pela rodovia em direção à Capital. Na pista contrária, a carreta levava adubo para uma lavoura em Sidrolândia. O motorista morreu na hora, com a colisão, e a passageira, Taciane Elvira Peralta, 31 anos, foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e levada para a Santa Casa.

Taciane foi ejetada do veículo e sofreu múltiplas lesões. (Foto: Paulo Francis).

Taciane, que foi ejetada da Parati, sofreu várias lesões e passa por avaliação médica na Santa Casa. Ela sofreu uma fratura na costela e na bacia, além de uma lesão no fígado. Ela passa por um procedimento bucomaxilofacial devido a um trauma na face. Já foi avaliada pela ortopedia, cirurgia torácica, geral e neurocirurgia e está no pronto-socorro em atendimento de urgência e emergência.

Segundo a PRF (Polícia Rodoviária Federal), o condutor e a passageira da Parati vinham de uma chácara. Fotos Galeria: Osvaldo Nóbrega -TV Morena