Desacelere um pouco por Wilson Aquino

São novos tempos, que exigem muito e cada vez mais cedo de cada um.

Jornalista e Professor, Cristão SUD - Foto: Divulgação

Mesmo em tempos normais tornou-se comum o indivíduo contemporâneo viver de maneira estressada, acelerada, extremamente corrida, agitada, procurando fazer de tudo, querendo tudo abraçar e no final, faz quase nada.

Planeja fazer tantas coisas, inicia algumas e bem pouco ou quase nada conclui de fato.

São novos tempos, que exigem muito e cada vez mais cedo de cada um. E para contribuir com esse tumultuado processo, a modernidade trouxe a informação, cujo acesso fica mais fácil a todos e em qualquer lugar. Trata-se de uma verdadeira tempestade, um furacão, de informações que inundam mentes e comunidades inteiras e nem sempre de maneira benéfica.

Comparações já divulgadas dão conta de que uma criança hoje, de apenas 7 anos de idade recebe mais informações que qualquer imperador romano recebeu no auge de seu governo; O volume de informações no mundo dobrava a cada 200 anos e hoje isso acontece em apenas um ano. E essa "montanha" de informações que paira sobre a cabeça do homem o torna agitado, estressado, corrido, a mil por hora.

O problema é tão sério que alguns estudiosos do comportamento e da saúde humana já afirmam  que não é a depressão o mal do século e sim o que chamam de Síndrome do Pensamento Acelerado, onde o próprio nome já resume tudo e é muito fácil identificar esse problema nas pessoas que estão sempre "correndo", sem tempo para os filhos, para a esposa, para a família e até para si próprio.

No Brasil, atualmente, neste ano eleitoral que ainda não terminou e não terminará neste domingo (28) de eleição, as pessoas vivem agitadíssimas, tensas e com os nervos à flor da pele.

As redes sociais, que de social tem bem pouco ou quase nada, viraram um campo de batalha, com "tiros" para todos os lados, provocando grandes prejuízos e destruições. São milhares de amizades e bons relacionamentos mortos por opiniões radicais, calúnias, ofensas graves, xingamentos e até palavrões usados nesse emaranhado de confusão. O caos se instalou de tal maneira nas redes sociais (salvo raríssimas exceções) que hoje a postagem de um simples "Bom dia!" já é motivo para controvérsias e degladiações.

São caminhos perigosos esses trilhados hoje pelo homem moderno. Quem não desacelerar o ritmo da vida e procurar caminhar mais firme, com passos seguros e medidos, saboreando o verdadeiro sentido da vida, corre risco de se acidentar e se estraçalhar.

São tempos em que o homem, mais que nunca, precisa fortalecer não apenas os seus braços e pernas mas especialmente o seu espírito para torná-lo capaz de caminhar por águas mansas e tranquilas para encontrar o verdadeiro e milagroso sentido da vida, que é viver intensamente cada instante, cada dia, de maneira bela, serena e segura.

E não tem como o homem fortalecer o seu Espírito sem reconhecer a força e o poder de Deus, Nosso Criador e Jesus Cristo, Nosso Salvador. Não tem como.

Somente por intermédio Deles o homem consegue ser verdadeiramente feliz. Para isso, para conhecê-Los, é preciso primeiramente buscar as Escrituras Sagradas onde estão os Seus ensinamentos, as Suas palavras deixadas para absolutamente todos nós. A leitura diária nos fortalece e nos dão o testemunho necessário de que Deus e Jesus Cristo vivem e que fazemos parte de Seu grande Plano de Salvação.

Então, com esse testemunho conseguiremos mais facilmente desacelerar o ritmo frenético da vida para passarmos a fazer tudo de uma maneira mais segura e eficiente em uma vida muito mais colorida e melhor.