Mato Grosso do Sul bate recorde em número de ausências no Enem este ano

O aumento das abstenções foi de 25% em relação ao ano passado.

Segunda prova do Exame foi realizada ontem - - Foto: Bruno Henrique/Correio do Estado

Este ano, Mato Grosso do Sul bateu recorde em número de faltas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Cerca de 44.304 mil inscritos não participaram dos dois dias da prova. Em 2017, o índice registrado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) foi de 36,2%. O aumento das abstenções foi de 25% em relação ao ano passado.

De acordo com os dados do Inep, 20.342 pessoas deixaram de fazer as provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Ciências Humanas e suas Tecnologias que ocorreram no dia 4 de novembro. Outras 23.962 faltaram ao exame de  Ciências da Natureza e suas Tecnologias, Matemática e suas Tecnologias realizado ontem. 
 
AS INSCRIÇÕES
A faixa etária de participantes com maior índice de inscrições foi de pessoas entre 21 a 30 anos que correspondeu a 4,4% do total de inscritos no Estado. Outros 11.468 candidatos tinham 17 anos. 
 
Ainda de acordo com dados do Inep, a quantidade de mulheres inscritas no exame sobressaiu em relação aos homens. Ao todo, 42.540 pessoas inscritas foram do sexo feminino. Homens representaram 29.853 dos candidatos.

Enem 2018
O Enem 2018 foi aplicado em 1.725 municípios brasileiros, 70 deles de difícil acesso. Ao todo, 5.513.749 estudantes se inscreveram. No último domingo, 4,1 milhões de estudantes fizeram o exame, registrando-se o menor percentual de faltosos desde 2009: 24,9% do total de 5,5 milhões de inscritos. Foram aplicadas provas de linguagem, ciências humanas e redação.

A estrutura para aplicação do Enem envolve 10.718 locais de aplicação, 155.254 salas e mais de meio milhão de colaboradores. Foram impressos 11,5 milhões de provas de 12 cadernos de questões diferentes. Haverá ainda uma vídeo prova em Língua Brasileira de Sinais (Libras).

Foram quase 600 mil pessoas envolvidas na aplicação do exame.