Mulher é presa após vender celular furtado de residência por R$ 10

Juliana disse aos policiais que vendeu o aparelho por R$ 10. Ela foi presa e encaminhada para a Delegacia.

Juliana Pereira da Fonseca foi presa por furto. - Foto: Divulgação/PM

Uma mulher de 23 anos foi presa na noite desta quinta-feira (22) suspeita de vender o aparelho celular Moto G, que havia sido furtado de dentro de uma residência.

Por volta das 21h10 desta quinta-feira, uma equipe da Polícia Militar fez a abordagem de Juliana Pereira da Fonseca, após receberam a informação de que ela em companhia de uma adolescente identificada como “Bia” teriam furtado um celular de dentro de uma casa.

Questionada pelos policiais, Juliana disse que ela e “Bia” tinham vendido o aparelho para um homem chamado Ronaldo, dono de um Mercado na Rua Tomas da Silva França por R$ 10. Ela afirmou ainda que durante a madrugada, as duas teriam invadido uma residência nos fundos da Auto Elétrica Halisco e furtado uma bicicleta, uma chave de ignição de carro e alimentos. Juliana foi presa e encaminhada para a Delegacia.