Após vencer Chuck Liddell, Tito Ortiz garante aposentadoria: "Fiz o que precisava fazer"

Depois de 21 anos de carreira, o agora ex-lutador afirma que pretender aproveitar a vida de outra forma.

Ortiz vence Liddell em trilogia - Foto: Getty Images

Tito Ortiz garante que, depois de nocautear Chuck Liddell no último sábado, está definitivamente aposentado após 21 anos de carreira. Aos 43 anos, esta é a terceira vez que ele avisa que vai parar, mas, depois de bater seu principal algoz, Ortiz acredita que não há mais nenhum adversário a enfrentar. 

- Não há razão para voltar e lutar contra qualquer outra pessoa. Quem está aí? Não há mais ninguém lá fora. Lutei com quem é quem. Fiz o que eu precisava fazer - disse o lutador em participação no programa “Ariel Helwani's MMA Show”. 

Ortiz enfrentou alguns dos principais nomes do MMA, inclusive ex-campeões como Randy Couture, Vitor Belfort, Rashad Evans, Evan Tanner, Jerry Bohlander, Guy Mezger, Ken e Frank Shamrock, Forrest Griffin e Lyoto Machida. O primeiro título veio em 2000, ao vencer Wanderlei Silva no meio-pesado, que defendeu com sucesso cinco vezes. 

- Quero aproveitar a vida, cara. Quero fazer negócios. Quero me concentrar no que vai ser o próximo capítulo. 

O agora ex-lutador disse ainda que se encontrará na próxima sexta-feira com Oscar De La Hoya, que promoveu a estreia da Golden Boy Promotions no MMA com a trilogia entre Liddell e Ortiz. Ainda não ficou claro se a organização se manterá na modalidade com novos eventos, mas Ortiz espera que isso aconteça e ele possa participar do desenvolvimento. 

- Quero dar aos lutadores uma oportunidade de se tornarem marcas. Quero dar a eles uma oportunidade de se tornarem parceiros em seus negócios de luta. Eles colocam suas vidas em risco quando entram no cage - completou. 

Tito Ortiz encerra a carreira com 20 vitórias, 12 derrotas e um empate. Desde 1997, quando estreou no MMA já no UFC, até o último sábado, esteve em apenas uma luta num evento regional na Califórnia e também no Bellator. Foram apenas quatro organizações ao longo de toda a carreira, e apenas seis lutas fora do Ultimate.