Despedida de Paquetá, Follmann comanda festa da Chape e MC Deyvinho bombam nas redes

Depois do jogo, a festa foi comandada por Jakson Follmann.

Emoção do Paquetá durante o Hino Nacional antes de seu último jogo com a camisa do Flamengo - Foto: Reprodução

Fim de papo. Campeonato Brasileiro agora só a partir do dia 28 de abril de 2019. E, para fechar o Brasileirão deste ano com chave de ouro, separamos para você o que de melhor rolou nesta última rodada. Tivemos a despedida de Lucas Paquetá - negociado com o Milan -, a Chapecoense garantindo a permanência na Série A e continuando sem cair e até mesmo um RAP de Deyverson. Se liga. 

Despedida de Lucas Paquetá 

Na noite de sábado a torcida do Flamengo deu "até logo" para Lucas Paquetá. O próprio jogador disse que não estava dando um adeus para os rubro-negros e fez questão de deixar a porta aberta para um possível retorno. A emoção rolou pelo rosto do jogador desde antes do apito inicial até depois do fim da partida 

O alívio 

A emoção na noite de sábado não foi só por causa de despedida. O goleiro Victor também ficou bastante mexido com a classificação do Atlético-MG para a Pré-Libertadores ao ganhar do Botafogo por 1 a 0. 

No mesmo jogo, o momento "Eita" da noite 

Até cogitamos digitar alguma coisa, mas sabemos que às vezes uma imagem vale mais do que mil palavras. 

Pausa na programação 

Agora, corta para domingo. Enquanto alguns torcedores estavam ansiosos para o fechamento da última rodada, principalmente os que estavam brigando contra o rebaixamento, o skate chamou a atenção. Presta atenção no que a Leticia Bufoni fez! 

Voltemos ao futebol 

Mas ainda não é para falar sobre a 38ª rodada (último post, juro). É que o Goiás, que estará na Série A em 2019, acertou com Maurício Barbieri, ex-técnico do Flamengo. Ele chega para substituir Ney Franco. 

No jogo do título... 

Além de toda a festa e um improviso de ritmo e poesia feito por Deyverson (mais disso lá embaixo, vale a pena), houve uma presença ilustre na Arena Palmeiras. O presidente eleito, Jair Bolsonaro, esteve presente no estádio e ainda entregou medalhas e a taça de campeão ao capitão Bruno Henrique. 

Castelão estilo Libertadores 

No jogo que celebrava a permanência do Ceará na primeira divisão e definiria a vida do Vasco no Brasileirão, um acontecimento à la Liberta. 

Chape incaível 

O Verdão d'Oeste estava perigando cair para a segunda divisão e amargar a primeira queda de sua história. Mas a vitória por 1 a 0 em cima do São Paulo fez com que o time continuasse na Série A e pudesse seguir com o projeto de reestruturação dois anos depois da queda do avião. Depois do jogo, a festa foi comandada por Jakson Follmann. 

Sonhar não custa nada 

Agora que o Brasileirão acabou, já está na hora de pensar no futebol do ano que vem. Então diz aí: 

Não poderíamos fechar esse viralizou sem uma menção honrosa para o improviso lançado por MC DEYVINHO ao vivaço no "Troca de Passes". Fica o nosso desejo de que sua semana seja melhor do que a rima do atacante de cabelo estiloso.