Quatro russos do biatlo são acusados de violar antidoping. Dois são campeões olímpicos

Evgeny Ustyugov, Svetlana Sleptsova, Alexander Chernysev e Alexander Pechenkin são os atletas de biatlo.

- Foto: OLYMPICS SPORT BIATHLON)/File Photo

Quatro russos do biatlo foram acusados de violações da regra antidoping após a União Internacional da modalidade analisar dados do laboratório de antidoping da Rússia em Moscou. A informação foi dada pela própria IBU na última sexta-feira. 

Os quatro atletas são os campeões olímpicos e aposentados Evgeny Ustyugov (ouro em Vancouver 2010 e Sochi 2014) e Svetlana Sleptsova (ouro em Vancouver 2010); Alexander Chernysev, também ex-atleta; e Alexander Pechenkin, que ainda compete e que foi provisoriamente suspenso. 

- A decisão do IBU é baseada nas descobertas analíticas em amostras dos atletas coletadas entre 2012 e 2015 - falava o comunicado da IBU. 

O comunicado dizia ainda que o grupo de trabalho do IBU propôs as acusações após a análise do banco de dados do Sistema de Gerenciamento de Informações de Laboratório de Moscou (LIMS), junto com a Agência Mundial Antidoping. Os atletas terão agora a oportunidade de audiências no corpo antidoping da federação. 

A União Russa de Biatlo (RBU) - atualmente apenas um membro provisório da IBU após o escândalo de doping russo - não respondeu de imediato aos pedidos de comentários. Os resultados, de acordo com o IBU, foram apoiados por evidências dos dados do Relatório McLaren, um relatório independente da WADA que detalhava o doping russo em várias modalidades.