Matança continua na fronteira: ferido a tiros, homem morre no hospital

Crime ocorreu em Ponta Porã; cidade sul-mato-grossense e a vizinha Pedro Juan Caballero enfrentam onda de violência.

Homem foi morto no meio da rua, nesta tarde, em Ponta Porã - Foto: Direto das Ruas

Um empresário identificado até agora apenas como Wanderley Almeida foi morto a tiros nesta tarde em Ponta Porã, cidade a 323 km de Campo Grande, na fronteira com o Paraguai. O crime ocorreu na Rua Antônia Capilé. 

O homem ainda chegou a ser socorrido, mas morreu antes de receber atendimento médico. Ele seria irmão do proprietário de uma tornearia da cidade. Policiais estão no local do crime em busca de pista dos pistoleiros. 

Ponta Porã e a sua vizinha paraguaia Pedro Juan Caballero enfrentam uma onda de violência com vários assassinatos nos últimos dois anos. 

Policiais que atuam na região afirmam que grupos criminosos travam uma guerra pelo controle do tráfico de drogas e de armas na Linha Internacional. 

Na tarde de ontem, o carro de Pedro Gimenez da Luz, 24, o Pedrinho, sobrinho do narcotraficante sul mato grossense Jarvis Gimenez Pavão, foi alvejado por 90 tiros de fuzil do lado paraguaio. 

Como estavam numa caminhonete blindada, Pedrinho saiu ileso. Seus dois seguranças ficaram feridos, assim como uma criança e uma mulher que passavam pela rua, mas estão fora de perigo.