Mão única na Rua São Paulo será ampliada para não travar tráfego em trecho da João Márcio

Inicialmente, será concedido tempo de uma semana para os motoristas se acostumarem com os trechos de mão única.

Trecho da Rua São Paulo entre a Pernambuco e João Márcio. - Foto: Crislaine Jara/Região News

Provavelmente uma semana depois da ativação do semáforo instalado no cruzamento com a Avenida Dorvalino dos Santos, que será ativado na próxima segunda-feira, a Prefeitura vai estender por mais uma quadra, até a Rua Amazonas, a mão única (sentido Rua Ponta Porã) que a partir de segunda-feira começa a valer na quadra entre as ruas Pernambuco e João Márcio.

As ruas Pernambuco e São Paulo servirão de alça de acesso para os motoristas que vem pela Dorvalino dos Santos (pista Campo Grande/Maracaju) que com o funcionamento do conjunto semafórico não poderão mais fazer a conversão a esquerda.

A ampliação da mão única foi decidida em conjunto entre os técnicos do DNIT, do Detran/MS e o coordenador de Trânsito da Prefeitura, Alessandro Dolácio. A avaliação é de que mantida a mão dupla na Rua São Paulo nesta quadra, haveria o estrangulamento do trânsito no cruzamento com a João Márcio, se misturando o tráfego de veículos que sobem e descem a via, além do fluxo oriundo da Dorvalino dos Santos que a usará como alça de acesso para chegar ao Bairro São Bento.    

Inicialmente, será concedido um tempo de uma semana para os motoristas se acostumarem com os trechos de mão única na Pernambuco (entre Dorvalino e São Paulo) e São Paulo (entre Pernambuco e João Márcio). Transcorrido este período é que o sentido único de trânsito será estendido na Rua São Paulo até a Rua Amazonas (que será mão única descendo).

Rua Pernambuco entre a São Paulo e a Avenida Dorvalino dos Santos. Foto: Crislaine Jara/Região News.

A outra alça de acesso prevista é pelas ruas Trajano Roberto Ferreira (que é a denominação da Amazonas depois da Dorvalino dos Santos) e Afonso Pena. Este é o trajeto que os motoristas que vem do sentido Maracaju terão de fazer para chegar na João Marcio e daí atravessar a Dorvalino em direção à parte alta da cidade.

Para que o semáforo seja ativado na segunda-feira, será preciso fazer a entrega da chave da caixa de energia para os testes de funcionamento do aparelho.

Por orientação do gestor de Tráfego do Detran, a empresa responsável pela construção das travessias na Avenida Dorvalino dos Santos, terá de fazer algumas correções no Traffic Calming. Serão retiradas as hastes, chamadas tecnicamente de bandeiras, que foram colocadas com desenhos das placas errados e em locais inadequados.