Sidrolândia 65 anos, cidade de 'Encantos e Recantos', por Jurandir Camilo

Saudosismo à parte, com o advento da Lei n° 684 de 11/12/1953, Sidrolândia desmembrou-se de Campo Grande tornando-se município.

Estação ferroviária de Sidrolândia - Foto: Arquivo

Os encantos dos serrados de guavirais ao longo dos seus 65 anos de raro esplendor, só existem na fértil imaginação das pessoas que ainda habitam na nossa majestosa Sidrolândia.

Os tempos passaram com a velocidade do vento, atingindo os lugares mais longínquos do nosso rincão e os recantos mais afastados, deram lugar à novas paisagens.

Saudosismo à parte, com o advento da Lei n° 684 de 11/12/1953, Sidrolândia desmembrou-se de Campo Grande tornando-se município. O primeiro Prefeito nomeado por ato do Senhor Governador do Estado, recaiu sobre a figura impoluta do Senhor Epaminondas Rodrigues Brum, popularmente conhecido como 'Mocinho'.

Em seguida, na primeira eleição por voto direto foi sufragado vencedor o senhor Gumercindo Pereira de Souza, de tradicional família de Sidrolândia, e que em eleição mais adiante voltaria a administrar o nosso município.

 

Posteriormente, se sucederam no comando da nossa Pérola do Planalto as figuras notáveis de Jaime Ferreira Barbosa; Acelino Roberto Ferreira; Vinicius Soares do Nascimento; Atílio Luiz Pereira; Joao Lemes de Souza (03 mandatos); Daltro Fiuza (04 Mandatos); Enelvo Felini (02 mandatos); Ari Basso e atualmente o município é comandado pelo médico Marcelo de Araújo Ascoli.

Nosso município cresceu vertiginosamente e se tornou referência no nosso estado, graças à grandes empresas que aqui se instalaram fortalecendo a nossa economia e melhorando a qualidade de vida da nossa gente, com a oferta de novos postos de trabalho.

De uma coisa, entretanto, Sidrolândia não mudou. Continua tal qual aquela mãe generosa que continua cuidando dos seus filhos naturais com a mesma dedicação e apreço com que se apega também à aquelas pessoas de outras pradarias, que por aqui aportaram e que são merecedoras da sua acolhida.

Nesta data gloriosa da história dos 65 anos de Sidrolândia, as homenagens vão para os pioneiros, principalmente para aqueles que já se foram, mas também para os nossos governantes atuais, ou seja, o Prefeito que representa o nosso município, augurando expectativa de dias melhores, bem como ao nosso Parlamento Municipal, representante legítimo da nossa sociedade, por um trabalho profícuo em favor de todos.