Messi líder em gols de falta em 2018, e Salah artilheiro: confira o resumo do fim de semana

Argentino chega a nove acertos em cobranças no Espanhol.

Messi marcou dois gols de falta na vitória do Barcelona sobre o Espanyol - Foto: Reuters

A atuação de gala de Lionel Messi na vitória do Barcelona sobre o Espanyol, no último sábado, rendeu algumas marcas importantes para o argentino. Com seus dois gols na partida, o camisa 10 chegou a nove tentos de falta em 2018, o dobro de qualquer jogador ou quase duas vezes mais que qualquer time nas cinco melhores ligas na Europa. 

O sucesso de Messi no quesito não é novidade. De 2014 para cá, o atacante marcou mais gols de falta que qualquer outra equipe nas cinco principais ligas europeias. 

Além disso, o jogador quebrou outros recordes na partida de sábado. Messi se tornou o único jogador da história do Campeonato Espanhol a marcar pelo menos 10 gols em 13 temporadas consecutivas. O argentino, que pela primeira vez marcou dois gols de falta em uma mesma partida da competição, igualou Xavi como jogador que mais ganhou partidas da La Liga pelo Barça (foram 322 vitórias). 

Alfinetada em Pelé 

Após o desempenho de Messi no fim de semana, o Barcelona usou as redes sociais para alfinetar Pelé. Recentemente, o brasileiro afirmou que o argentino não poderia ser comparado a ele por ter "apenas uma habilidade". No Twitter, o Barça ironizou a frase do Rei. 

A volta do Salah da última temporada? 

Depois de um início de temporada apagado, Mohamed Salah parece estar voltando a ser o jogador que brilhou em 2017/2018. O egípcio marcou um hat-trick na vitória do Liverpool sobre o Bournemouth por 4 a 0, no último sábado, e empatou com Aubameyang na artilharia do Campeonato Inglês. 

Os três gols na partida renderam a Salah o prêmio de melhor jogador da partida. No entanto, recusou o prêmio, alegando que o companheiro de equipe Milner - que completou 500 jogos na Premier League - merecia o prêmio. 

Para tornar ainda melhor o dia do camisa 11, os Reds assumiram a liderança da Premier League, confirmada após a derrota do Manchester City para o Chelsea por 2 a 0, também no sábado. A equipe é a única invicta na competição. 

Xô, zica! 

Além de ter garantido a vitória do Real Madrid com o gol anotado no último domingo, Gareth Bale colocou fim a um duradouro jejum. O galês voltou a marcar depois de 802 minutos (100 dias ou 10 partidas) sem balançar a rede no Campeonato Espanhol. 

Apesar da vitória, o time merengue contou com a sorte para vencer o Huesca, no último domingo. O time do treinador Solari jogou mal e foi muito pressionado durante toda a partida, mas conseguiu somar os três pontos. 

Início com pé direito 

Alisson já alcançou uma marca importante logo em sua primeira temporada no Liverpool. Na vitória dos Reds sobre o Bournemouth, o brasileiro chegou a 16 partidas invicto na Premier League pelo clube, batendo o recorde que pertencia a Mascherano, que permaneceu 15 jogos sem perder com a camisa do clube na competição, em 2007. 

Ponto alto da carreira? 

Com o golaço marcado no último sábado, na vitória do West Ham sobre o Crystal Palace por 3 a 2, Felipe Anderson marcou cinco gols nos últimos seis jogos do Campeonato Inglês. Nesse período, o brasileiro balançou a rede o mesmo número de vezes que nas últimas 34 partidas de campeonatos nacionais, contando as participações pelos Hammers e pela Lazio. 

Retorno da vencedora da Bola de Ouro 

Ada Hegerberg fez bonito na sua primeira partida desde que venceu o prêmio Ballon d'Or, da revista France Football. A norueguesa marcou dois gols na vitória do Lyon sobre o Soyaux por 6 a 0, no último sábado Sandern, Amel Majri, Dzsenifer Marozsan e Le Sommer completaram o placar. A equipe segue como líder invicta do Campeonato Francês feminino, com 37 pontos conquistados em 13 jogos.