Alisson recusou a Juventus por não querer ser reserva de Buffon

O brasileiro foi elogiadíssimo por Klopp e está cada vez mais identificado com os Reds.

- Foto: Lance

Nesta terça-feira, Alisson garantiu a classificação do Liverpool, para as oitavas da Liga dos Campeões, com uma defesa nos minutos finais da vitória sobre o Napoli. O brasileiro foi elogiadíssimo por Klopp e está cada vez mais identificado com os Reds. Em 2015, porém, a carreira do goleiro poderia ter tomado outro rumo.

Segundo o 'Calciomercato', Alisson recusou uma proposta da Juventus, em 2015, porque não quis ser o reserva de Gianluigi Buffon. Na época, o goleiro defendia o Internacional e tinha apenas mais um ano de contrato. A Juventus ofereceu 8 milhões de euros (R$ 28 milhões, na cotação da época) ao clube gaúcho.

Ainda de acordo com o site de notícias italiano, Alisso não queria ser o reserva e tinha medo de ficar que nem o compatriota Neto, que em duas temporadas participou de apenas 22 jogos na Juventus. O ex-diretor da Roma, Walter Sabatina, queria contratar o jogador pela Frosinone para depois vender a Roma, mas o negócio também não se concretizou.

O brasileiro foi para a Roma em julho de 2016 e, após grande desempenho, foi contratado pelo Liverpool. Na época, foi o goleiro mais caro da história, porém, foi superado, na mesma janela de transferências, por Kepa, atual goleiro do Chelsea.