Atlético pede mais, e Flamengo desiste oficialmente de Pablo

Clube paranaense insiste em vender o atacante apenas por 10 milhões de euros.

Athletico-PR afirma que só vende Pablo por 10 milhões de euros; Fla ofereceu 7 mi e não aumentará — - Foto: Albari Rosa/Gazeta do Povo

O Flamengo desistiu oficialmente de contratar o atacante Pablo, do Atlético-PR. O clube paranaense está reticente em vender o jogador por menos de 10 milhões de euros (R$ 44 milhões). A proposta do rubro-negro carioca foi de 7 mi (R$ 33 milhões) e o clube garante que não fará uma proposta maior. O primeiro valor que o Flamengo ofereceu foi de 6 milhões de euros.

Para o ano que vem, o Rubro-Negro carioca estabeleceu um teto para investimento e não ultrapassará esse valor. A negociação era tocada em consenso por membros da diretoria atual que seguirão na gestão de Rodolfo Landim e realizam o processo de transição.

As conversas começaram há cerca de um mês em contato entre o atual presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, e o presidente do Furacão, Mario Celso Petraglia. Diante da firmeza do Athletico em não flexibilizar o valor, o rubro-negro carioca avisou que não vai aumentar a proposta de 7 milhões de euros.

Pablo descansa no interior do Paraná e acompanha à distância as negociações. Formado na base do Athletico, o atacante manifestou carinho pelo clube depois do título conquistado no meio da semana, na vitória por 4 a 3 nos pênaltis - no tempo normal, 1 a 1 com o Junior Barranquilla (Pablo marcou o gol do Furacão).

O atacante de 26 anos tem contrato com o Athletico até 30 de abril de 2021, com multa rescisória estipulada em 40 milhões de euros. Além do Rubro-Negro do Rio, o São Paulo também sinalizou interesse no jogador, mas a proposta inicial - de cerca de 5 milhões de euros - foi considerada baixa. O Palmeiras é outro interessado.

Pablo terminou a temporada valorizado, com boas atuações e 18 gols em 51 jogos - 12 no Campeonato Brasileiro, um no Campeonato Paranaense e cinco na Copa Sul-Americana, onde foi campeão e artilheiro.