Técnico de raio-x teve a sorte grande e com R$ 100,00 ganhou rifa da casa de R$ 120 mil

Um grande retorno para o investimento de R$ 100,00, o quanto custou os dois números que adquiriu.

Cidionei Santos e Alcir Ibarra ganhador da casa - Foto: Vanderi Tomé/Região News

O Papai Noel chegou com 4 dias de atraso, mas foi extremamente generoso para o professor e técnico de raio-X Alcir Ibarra. No sábado, um dos números que comprou (1.588), foi o sorteado entre 1.300 participantes, que lhe garantiu uma casa no Condomínio Aurora, avaliada em R$ 120 mil. Um grande retorno para o investimento de R$ 100,00, o quanto custou os dois números que adquiriu. Como já tem casa própria (no Loteamento Vacaria), junto com uma nova propriedade, garantiu uma renda extra mensal de R$ 700,00, já que manterá o imóvel alugado com o atual inquilino.

O dinheiro da locação vai compensar em parte o desfalque que sofrerá no orçamento familiar a partir de 2019.  Está convencido que não terá o contrato renovado, porque suas aulas no CMEI Sonho da Criança serão assumidas por um professor aprovado no concurso realizado em setembro. Alcir, embora tenha sido aprovado, reconhece que obteve classificação insuficiente para lhe garantir convocação imediata. “A vida é assim mesmo. Tem conquista, tem perdas, a gente precisa seguir em frente”, avalia Ibarra que felizmente, há mais de 15 anos é funcionário concursado da Prefeitura como técnico de raio-x. Atualmente cumpre expediente na UPA (Unidade de Pronto Atendimento).

Ganhar sorteios não é uma novidade na vida de Alcir, que considerando “pé quente” pelos amigos. Há dois meses, por exemplo, ganhou uma tábua de churrasco (avaliada em R$ 1.200,00), sorteada entre os companheiros de peladas disputadas aos finais de semana. Quem ofereceu a rifa da casa foi o pai do proprietário, Cidionei dos Santos, que foi à UPA para ser atendido. Não acompanhou o sorteio, porque foi tirar uma “sesteada”, pegou no sono e perdeu o horário do sorteio. Foi acordado pelo telefonema de Cidionei que o avisou da boa nova e pediu para que fosse até o local do sorteio para comemorar.

Casa rifada

O motorista Cidionei Santos, resolveu rifar a casa no Condomínio Nova Aurora, porque não conseguiu encontrar compradores para o imóvel. Resolveu se desfazer do imóvel porque pretende comprar um caminhão e trabalhar como autônomo. Pretendia apurar R$ 100 mil, com a venda de 2 mil números da rifa (vendida a R$ 50,00, o número). Conseguiu vender aproximadamente 1.300 números, mas mesmo assim, está feliz com o resultado.