Fora dos planos do Flamengo, Muralha aguarda propostas; salário é impasse

Sem oferta, goleiro não viaja para Florida Cup.

- Foto: Gilvan de Souza/Flamengo

Alex Muralha revelou que seu desejo é seguir no Flamengo para tentar reconstruir a imagem, mas não está nos planos do clube para 2019. Fora da viagem para a Florida Cup, no domingo, o goleiro vai seguir treinando no clube à espera de propostas. Algumas já chegaram, mas não agradaram.

CSA, São Bento e Coritiba foram três clubes que demonstraram interesse em contar com Muralha por empréstimo. O Flamengo não impõe empecilhos, mas deseja que o interessado arque com ao menos 50% dos salários do goleiro. O que tem sido um impasse.

Muralha, que estava emprestado ao Albirex Niigata-JAP, recebe um pouco acima de R$ 150 mil mensais, mas os clubes interessados, até o momento, se dispuseram a pagar entre 20% e 30% dos vencimentos do goleiro. O que não seduz o Flamengo. O Coritiba foi o único clube que formalizou proposta, mas não houve acordo.

Os empresários de Muralha tentam recolocá-lo no mercado e focaram nos mercados japonês e mexicano. No entanto, até o momento, não apareceu nada interessante para o goleiro. As possibilidades são remotas.

Muralha segue treinando normalmente com o elenco. Após empréstimo ao futebol japonês, situação do goleiro está indefinida #gefla

Enquanto isso, Muralha tem participado do dia a dia do elenco do Flamengo. Ao lado de César, Diego Alves, Gabriel Batista e Thiago – emprestado nesta sexta para o Atlético-GO – o goleiro participou de todas as atividades, desde a reapresentação na quinta, sob o comando do novo preparador Wagner Miranda.

No treino desta sexta, o goleiro fez apenas trabalhos específicos com os preparadores, mas não participou do trabalho técnico comandado por Abel Braga, assim como Thiago. Muralha tem contrato com Flamengo até dezembro de 2020.