Vítima de homicídio na Capital, homem foi torturado e degolado

A vítima foi amarrada, teve o pescoço cortado e sofreu lesão na nuca, dando indícios de tortura.

Local onde o corpo da vítima foi encontrado. - - Foto: Tero Queiroz

A Polícia Civil e a perícia constataram vários sinais de violência no corpo do homem de aproximadamente 30 anos, ainda não identificado, encontrado morto na manhã desta terça-feira, na Rua 11 Horas, no bairro Aero Rancho, em Campo Grande. A vítima foi amarrada, teve o pescoço cortado e sofreu lesão na nuca, dando indícios de tortura.

Conforme apurado, o corpo estava ao lado da carcaça de automóvel e, como não havia sangue no local, é possível que tenha sido morto em outro local e depois deixado ali. Na foi encontrada uma corda artesanal feita de tecido que, aparentemente, foi usada para amarrá-lo pelas pernas e mão. A vítima tem corte profundo no pescoço e na nuca.

Na nuca também há uma lesão profunda. O delegado plantonista Danilo Mansur, que atendeu a ocorrência, acredita que o homem tentou reagir e, por isso, foi amarrado, estrangulado e depois degolado por mais de uma pessoa. A vítima estava sem documentos, por isso ainda não foi identificada. O caso será investigado pela 5ª Delegacia de Polícia.