Em rede social, Colômbia nega que esteja 'buscando' Felipão para dirigir seleção nacional

Técnico disse, em entrevista coletiva nesta terça-feira, que os colombianos insistiam em sua contratação

- Foto: César Greco / divulgação Palmeiras

A Federação Colombiana de Futebol informou, em sua conta oficial no Twitter, que não está "buscando" Luiz Felipe Scolari para dirigir sua seleção nacional. O técnico do Palmeiras disse nesta terça-feira, em entrevista coletiva, que os colombianos insistiam em sua contratação.

Além disso, a Federação Colombiana divulgou nota à imprensa informando que nenhum membro de seu Comitê Executivo fez qualquer proposta de trabalho a Felipão.

No Twitter, a mensagem da Colômbia, mais concisa do que a nota à imprensa, diz:

– A Federação Colombiana de Futebol se permite informar que não está buscando ao treinador Luiz Felipe Scolari para dirigir a seleção nacional. Parabenizamos sua decisão de seguir no Palmeiras, já que aqui não há nenhuma proposta de trabalho. 

A declaração de Felipão foi dada após pergunta a ele sobre ofertas de trabalho que chegaram após a conquista do Brasileirão. O técnico disse que elas não param de chegar, mesmo que ele diga que não pretende sair.

– Não continuaram. Mas parece que eles querem continuar – disse Felipão, sobre o interesse da Colômbia.

– Não vou dizer que sim nem que não, mas tenho contrato com o Palmeiras. E o Palmeiras sabe disso, me manifestei duas ou três vezes, até em relação a convite chinês. Disse que não iria sair. Parece que a Colômbia não entendeu que não vou sair. Aumenta valores... Não é questão de valores apenas. Se fosse questão de valores, teria aceitado um convite chinês, mas não me interessei no momento.

A seleção da Colômbia está sem técnico desde a saída do argentino Jose Pekerman, após a Copa do Mundo.