Motorista embriagado foge do hospital, vai para bar e acaba preso ao voltar ao local do acidente

Nesta semana Élio será ouvido em audiência de custódia pelo juiz a quem caberá definir se continuará preso ou se pagará fiança.

Élio Jardim Gomes dirigia embriagado o Fiat Uno Prata, placa DWB-8829 - Foto: Marcos Tomé/Região News

Foi preso em flagrante e responderá criminalmente por lesão corporal, Élio Jardim Gomes, 42 anos, que embriagado, dirigindo o Fiat Uno Prata, placa DWB-8829 cedido para Associação de Apoio aos Portadores do HIV, ontem à tarde provocou um acidente na esquina da Rua Paraíba com a Avenida Antero Lemes.

Ainda nesta semana ele será ouvido em audiência de custódia pelo juiz a quem caberá definir se continuará preso ou se pagará fiança para responder em liberdade o processo.

Élio Jardim foi levado para atendimento no Hospital Elmiria Silvério Barbosa com escoriações no braço direito, na perna esquerda e no quadril, além de estar com o olho esquerdo roxo. Ele recusou atendimento e saiu do hospital seguindo para um estabelecimento conhecido como Bar do Renato, onde foi visto por populares tomando cerveja.

Os policiais estiveram no bar, onde foram informados de que Élio teria saído e voltado ao local do acidente, no cruzamento das ruas Paraíba com Avenida Antero Lemes. De fato, a guarnição encontrou o motorista e o levou preso para delegacia.   

Élio Jardim vai responder a processo por lesão corporal culposa (quando não há intenção), podendo ser condenado de 2 a 5 anos de prisão, pagar multa e perder a CNH.

No acidente que provocou, a colisão com o veículo Siena de placa NRW-9520, que seguida pela Avenida Antero Lemes, enquanto ele descia de Uno pela Rua Paraíba, o ciclista Paulo Gerci de Assis Góes, 44 anos, foi atropelado. Ele teve fratura na malar esquerda e aguarda cirurgia na Santa Casa em Campo Grande.

Leia mais: Motorista embriagado invade preferencial, provoca colisão que deixa três feridos