Prefeitura garante que até dia 18 de fevereiro Escola Porfiria terá 7 salas reformadas para receber alunos

Sete salas receberão nova pintura, instalações elétricas revisadas, forro e portas novas e algumas janelas serão substituídas.

Prefeitura garante que até dia 18 de fevereiro Escola Porfiria terá 7 novas salas reformadas para receber alunos - Foto: Vanderi Tomé/Região News

A Prefeitura de Sidrolândia garante que até o dia 18 de fevereiro, quando começam as aulas, 7 das 13 salas da Escola Porfiria Lopes do Nascimento, estarão em condições de receber os alunos. Receberão nova pintura, instalações elétricas revisadas, forro e portas novas e algumas janelas serão substituídas.

As obras começaram em maio e todo projeto, que abrange outras seis salas, além da ampliação do prédio, devem ficar prontas no início do segundo semestre. Parte das antigas instalações foram demolidas e a cobertura retirada para instalação de cobertura de Shed que propiciará ventilação natural cruzada amenizando o problema de arejamento no local.

A Construtora Sadi empreiteira que assumiu em dezembro a conclusão da obra orçada em R$ 380 mil, terá pouco mais de um mês para concluir esses serviços que deveriam ter sido iniciados em novembro, mas o cronograma teve de ser redefinido porque faltou material. Com esta intenção é que o calendário letivo da escola foi encerrado no dia 26 de outubro, antecipado com aulas aos sábados.

Por enquanto sete trabalhadores da empresa fazem o reboco das paredes erguidas pela antiga empresa que começou a construiu as novas salas e o novo hall de entrada previsto no projeto. As salas estão sem forro, portas, uma delas estão sem janelas e o piso foi trocado, nem a pintura refeita. Segundo profissionais da construção civil, com o reforço da equipe, há tempo de sobra até o dia 18 para que tudo isso fique pronto.   

Segundo a coordenadora da Escola, Elisangela de Almeida, será mantido o mesmo esquema do ano passado, quando os alunos do 3º ao ano 9º ano ficaram nestas 7 salas, enquanto as turmas do 1º e 2º ocuparam as cinco salas do Centro Municipal de Educação Infantil vizinho ao Porfiria, que enquanto durarem a reforma, estará abrigado num prédio alugado da antiga escola particular Reino da Cultura.

A expectativa é de que sejam atendidos em torno de 890 alunos, com turmas menores (de 25 crianças) no prédio do CMEI. Todos usarão os três banheiros da antiga creche, já que as instalações sanitárias da escola foram demolidas e serão reconstruídas.

A reforma

A reforma e ampliação da Escola Porfiria do Nascimento é resultado de um termo de compromisso que a Prefeitura firmou com as imobiliárias Corpal e Financial, que assumiram o custo da construção orçada em R$ 1 milhão. Além da reforma completa haverá a ampliação com a construção de uma área composta por hall de entrada, sala da diretoria, sala de professores, secretaria, lavabos masculino e feminino. A nova estrutura passará a ter 15 salas de aula.

Conforme o projeto arquitetônico, a reforma total permitirá adequação de sala de informática, sanitários adaptados para PNE (portador de necessidades especiais), sala de material esportivo, salas de reforço, cozinha ampliada para melhor preparo e manipulação dos alimentos, área de serviço, despensa, bicicletário.

A revitalização do prédio contemplará área de estacionamento para funcionários, melhorias na quadra de esportes. Outra novidade estará no saguão de múltiplo uso que receberá uma nova cobertura de Shed que propiciará ventilação natural cruzada amenizando o problema de arejamento no local. A frente da escola terá gradil em toda a extensão da fachada para dar mais leveza visual.