Ex-candidato a prefeito e tio de Pavão é morto em ataque de grupo armado

Mais de 10 homens invadiram a residência da vítima atirando; horas depois 4 carros foram localizados queimados.

Uma Ford Triton, uma VW Amarok, um Jeep Renegade e veículo passeio, possivelmente, usados pelos autores foram encontrados queimados. - Foto: 570 AM

O empresário, ex-candidato a prefeito e ex-conselheiro municipal de Ponta Porã, Chico Giménez, foi assassinado na madrugada desta quinta-feira (17) durante ataque de um grupo fortemente armado. Mais de dez homens invadiram a casa da vítima, que também é tio do narcotraficante Jarvis Pavão, na Rua Quase Calógeras Guia Lopez, no Centro, da cidade brasileira que faz fronteira com o Paraguai.

Conforme a Radio 570 AM, o ataque aconeteceu por volta das 2h50. Segundo os vizinhos, o tiroteio durou mais de 10 minutos.

Mais tarde, uma Ford Triton, uma VW Amarok, um Jeep Renegade e veículo passeio, possivelmente, usados pelos autores foram encontrados queimados em Zanja Pytá. Cerca de 190 munições de alto calibre foram encontradas pelos pesquisadores do SIG da Polícia Civil de Ponta Porã. A vítima foi atingida por três a quatro tiros e morreu no local.

Até agora não há informações se outros familiares ou ocopantes da casa morreram.