Sanesul garante que ainda nesta segunda-feira abastecimento de água vai estar normalizado

Atualmente Sidrolândia é abastecida por sete poços, que juntos tem uma vazão de 331,4 mil litros por hora.

Sanesul garante que ainda nesta segunda-feira abastecimento de água vai estar normalizado - Foto: Ricardo Chicarelli

O abastecimento no Cascatinha, Morada da Serra e Jardim Petrópolis, que foram os mais atingidos pela falta d’água no último final de semana, deve estar normalizado até o final da tarde desta segunda-feira. Segundo a Sanesul, na última sexta-feira a oscilação de energia queimou o equipamento que coloca em funcionamento de forma automática os poços.

Isto interrompeu o abastecimento e esvaziou os reservatórios com capacidade para 2 milhões de litros. No sábado, o plantonista ligou de forma manual os poços, mas até os reservatórios atingirem 80% da sua capacidade, boa parte da cidade ficou sem água. A situação foi sendo normalizada, com exceção dos bairros localizados na parte mais alta da cidade.

É que com a interrupção do abastecimento, entrou ar na rede do Cascatinha e bairros vizinhos, a água ficou “parada” no meio do caminho, não chegava ‘as torneiras mesmo com o bombeamento’. Até que o problema fosse identificado e resolvido, o transtorno se prolongou por todo o domingo e parte desta segunda-feira.

Atualmente Sidrolândia é abastecida por sete poços, que juntos tem uma vazão de 331,4 mil litros por hora, quantidade em tese suficiente para abastecer a cidade, considerando ainda a existência de reservatórios com capacidade para 2 milhões de litros. Parte desta produção é perdida com os vazamentos, que surgem quando o abastecimento é interrompido por um longo período e quando há bombeamento a rede não suporta a pressão.