Azambuja toma posse como presidente do Consórcio Brasil Central

O governador de Mato Grosso do Sul foi eleito por unanimidade. Ele terá um ano de mandato.

Governador Reinaldo Azambuja foi eleito por unanimidade — - Foto: Governo do Estado de MS/Reprodução

O governador Reinaldo Azambuja, tomou posse nesta quinta-feira (24) como novo presidente do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento do Brasil Central, para um mandato de um ano.

O consórcio foi criado em 2015 e tem o objetivo de acelerar o crescimento dos estados participantes: Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Maranhão, Rondônia e Tocantins, além do Distrito Federal.

Azambuja foi eleito por unanimidade e fez um balanço da atuação do grupo nos últimos anos.

"Houve avanços, o que nós apresentamos esse trabalho para melhorar indicadores dos municípios, já tem equipes trabalhando nisso. Houve avanço de um projeto da Fundação Dom Cabral com logística, então tem uma lógica desenhada. Houve avanço na inteligência compartilhada das nossas policias nos estados que fazem divisa", afirmou.

O governador disse ainda que a partir de agora o consórcio vai investir mais em ações práticas. "No projeto de logística que foi apresentado hoje, nas compras compartilhadas para diminuir custos aos estados, nos muncípios que nós já temos o levamento com mais mortalidade infantil, com menor Ideb dos alunos, melhorar isso, nos já temos as ferramentas para isso.

A liderança de Mato Grosso do Sul é considerada estratégica para o crescimento do estado, de acordo com o Senador Pedro Chaves (PRB), presente na cerimônia de posse.

"Poder desenvolver, principalmente, não só os estados, mas os municípios de Mato Grosso do Sul, levando investimentos novos, garantindo aumento de renda, empregabilidade e isso para nós é bastante importante", declarou.