Osaka vence Kvitova, ganha o Aberto da Austrália e é a nova número 1

Osaka teve nova chance de definir mais uma vez o jogo com seu saque e desta vez ela não deixou fugir.

A japonesa Naomi Osaka conquistou o Aberto da Austrália de 2019 e assumiu a liderança do ranking - Foto: Esporte - iG

A japonesa Naomi Osaka conquistou o Aberto da Austrália, primeiro Grand Slam do ano, neste sábado, dia 26 de janeiro, ao derrotar a checa Petra Kvitova, por 2 sets a 1, com parciais de 7/6 (7/2) e 5/7 e 6/4. Em 2h27min de jogo. Com o título, ela se torna a primeira asiática a assumir o primeiro lugar no ranking da WTA. 

Este é o segundo título de Grand Slam de Osaka, campeã também do US Open no ano passado. Kvitova, que levantou a taça em Wimbledon (2011 e 2014), tentava a terceira conquista entre os quatro principais torneios do circuito internacional.

O primeiro set foi muito disputado, com as tenistas demonstrando muito equilíbrio nos momentos de tensão. Com isso, a disputa foi para o tie break. Logo no início, Osaka conseguiu abrir 2 a 0 e desestabilizou a adversária, que passou a cometer erros seguidos. A japonesa aproveitou e fechou o tie break com 7 a 2 e vencer o primeiro set por 7/6.

No segundo set, Kvitova quebrou o saque de Osaka logo no segundo game, mas a japonesa devolveu a quebra logo em seguida para somar quatro games seguidos.

Com 5 a 3 no placar, Osaka teve três set points no saque de Kvitova, que demonstrou uma frieza impressionante para conquistar cinco pontos seguidos e conseguir o quarto game no set.

A recuperação da adversária mexeu com Osaka, que teve o saque quebrado no game seguinte e viu Kvitova empatar em 5 a 5. A checa continuou muito forte mentalmente, enquanto Osaka chegou a chorar. Resultado: nova quebra de saque da japonesa e set para a europeia: 7/5.

Após um período de oscilação, Osaka recuperou a calma e jogou muito bem o terceiro game do terceiro set para quebrar o saque de Kvitova, fazer 2 a 1 e abrir vantagem no jogo.

A japonesa confirmou seu saque duas vezes e ainda teve a chance de quebrar mais uma vez o serviço de Kvitova para fazer 5 a 2, mas a checa conseguiu evitar três break points para seguir viva no jogo e diminuir para 5 a 4.

Osaka teve nova chance de definir mais uma vez o jogo com seu saque e desta vez ela não deixou fugir a oportunidade: 6/4.