Câmara vai formar comissão para receber denúncias de aumentos abusivos de energia

O objetivo é tornar um dossiê de casos concretos para dar embasamento para um possível pedido de investigação.

Câmara vai formar comissão para receber denúncias de aumentos abusivos de energia - Foto: Vanderi Tomé/Região News

Os vereadores de Sidrolândia vão formar uma comissão que se encarregará de receber denúncias de aumentos abusivos de energia. O objetivo é tornar um dossiê de casos concretos para dar embasamento para um possível pedido de investigação por parte do Ministério Público ou denúncia na agência de regulação de energia elétrica, a Aneel.

A vinda do representante da Energisa a Câmara nesta segunda-feira não trouxe nenhum resultado concreto. Jorge Selem limitou-se a explicar os critérios de cobrança da empresa, a base de cálculo dos impostos, contribuições e encargos embutidos na tarifa.

Sustentou que os valores cobrados estão corretos e atribuiu os aumentos as altas temperaturas registradas em dezembro, o pedido de férias escolares, quando as crianças ficam em casa, que seriam fatores determinantes do aumento de consumo.

A empresa não parece disposta a aceitar os argumentos do Procon que pediu a suspensão dos cortes no fornecimento por falta de pagamento, até que sejam esclarecidas todas as dúvidas sobre as contas deste mês. O órgão de defesa do consumidor sugere também a aferição pelo Inmetro dos relógios dos consumidores que receberam contas com valores exorbitantes, sem que a rotina da casa tenha sido alterada de dezembro para janeiro.

Energisa

Energisa diz que picos de calor tem aumentado consumo de energia e reunião com vereadores termina sem avanços. Assista

Publicado por Regiao News em Segunda-feira, 28 de janeiro de 2019