Traficantes e batedores são presos transportado 1,8 tonelada de maconha

O homem de 26 anos que conduzia a caminhonete foi abordado e demonstrou nervosismo.

Quase duas toneladas de maconha foram apreendidas por policias rodoviários federais - (Foto: divulgação/PRF)

Três homens de 23, 25 e 26 anos, que não tiveram os nomes divulgados pela polícia, foram presos com 1,8 toneladas de maconha, na noite de ontem (28), em Guia Lopes da Laguna. 

Segundo a PRF (Polícia Rodoviária Federa), a equipe fazia rondas no km 470 da BR-267, quando avistaram dois carros, sendo um GM Prisma em alta velocidade e uma Ford Ranger em atitude suspeita. O homem de 26 anos que conduzia a caminhonete foi abordado e demonstrou nervosismo. Em fiscalização ao veículo, os policiais encontraram na carroceria, uma grande quantidade de tabletes de maconha, que após pesagem totalizou 1.800 quilos da droga.

Questionado, o motorista disse que tinha uma dívida de R$ 5 mil com agiota e para quitá-la, aceitou a proposta de transportar o veículo com a droga de Bela Vista até Campo Grande. Ele afirmou ainda que tinha o apoio de dois veículos, que o auxiliava realizando o serviço de batedor.

Os policiais, então, informaram a equipe da Polícia Militar em Nioaque. Os militares conseguiram abordar os dois veículos suspeitos. O GM Prisma, que havia passado antes da caminhonete, era conduzido pelo suspeito de 23 anos. Esse mesmo homem havia sido preso há 10 dias pela PRF com veículo roubado. O carro que passou depois e foi abordado pela PM foi um VW Santana dirigido pelo traficante de 25 anos. 

Em vistoria aos veículos foram localizados rádios amadores em funcionamento. Os dois condutores confirmaram que “escoltavam” a Ranger com a maconha. A caminhonete com placas de Arujá (SP) tinha registro de furto/roubo. Os três foram presos em flagrante para Delegacia de Policia Civil em Guia Lopes da Laguna.