Força-tarefa inicia segunda-feira mobilização para eliminar focos do mosquito da dengue

Durante três dias, sob a coordenação da Saúde, equipes da Prefeitura vão visitar casa por casa, inspecionar os quintais.

Coordenador de Vigilância em Saúde do Município Jesiel Ratier, secretário municipal de Saúde, Nélio Paim - Foto: Vanderi Tomé/Região News

A partir da próxima segunda-feira a Secretaria Municipal de Saúde inicia uma ampla mobilização para tentar conter o avanço das notificações de dengue e evitar que Sidrolândia volte a enfrentar uma nova epidemia da doença. Durante três dias, sob a coordenação da Saúde, equipes da Prefeitura vão visitar casa por casa, inspecionar os quintais e retirar todo objeto que pode servir de recipiente de água da chuva, criando o ambiente adequado para eclosão dos ovos e proliferação das larvas que vão dar origem ao mosquito transmissor, Aedes aegypt.

Na segunda-feira o trabalho será concentrado em toda a região do Bairro São Bento; na terça-feira, a ação será feita nos bairros Jandaia, Cascatinha, Pé de Cedro e adjacências e na quarta-feira, chegará na área central e bairros como o Jardim das Paineiras e Sol Nascente.

O secretário de Saúde, Nélio Paim, explica que não será feito um mutirão de limpeza porque esta estratégia não ajuda na eliminação dos focos, conforme teria ficado demonstrado nos outros anos, quando o trabalho foi feito. “Não vamos retirar galhos, sofás, entulhos, nem qualquer material inservível”, reforça Nelinho.

Este tipo de resíduo não interfere na maior ou menor incidência da dengue. Tanto assim que a maior parte das 183 notificações de pacientes com sintomas da dengue, são de pacientes da área central, exatamente a região mais limpa da cidade deste lixo que as pessoas jogam nas ruas ou em terrenos baldios.

O secretário cobra o envolvimento de toda a população. “Ninguém está livre desta doença. Se cada um fizer a sua parte, certamente, não precisamos enfrentar um problema de saúde pública com a dimensão de uma epidemia”, avalia.     

Na manhã desta quarta-feira o secretário reuniu o comitê de combate à dengue, para detalhar a estratégia para quebrar a cadeia de reprodução do mosquito, desde os ovos, até a eliminação do mosquito com aplicação de inseticida com o uso de fumacê. Ele apela para a população liberar a entrada das equipes (que contará com a participação de agentes de saúde). “Quem não estiver em casa durante o dia, deixe a chave para algum vizinho da sua confiança, algum parente”, apela.