Flamengo fica perto de Matheuzinho, e técnico do Londrina incentiva saída do lateral

Jogador de 18 anos do Tubarão é observado por pessoas ligadas ao time carioca.

Matheuzinho disputa jogada contra o Rio Branco-PR: próximo do Flamengo — - Foto: Gustavo Oliveira/Londrina EC

A saída do lateral-direito Matheuzinho do Londrina para o Flamengo está mais próxima de ser concretizada. Nomes ligados ao clube carioca estiveram no Estádio do Café na quarta-feira para acompanhar a atuação do jogador na vitória do Tubarão sobre o Rio Branco-PR, por 2 a 1, pelo Campeonato Paranaense.

A tendência é que a negociação entre os dois times seja concretizada nos próximos dias. O Rubro-Negro deve adquirir boa parte dos direitos do lateral de 18 anos, com o Londrina ficando com uma porcentagem para o caso de futuras negociações. Inicialmente, Matheuzinho iria para o sub-20 do Flamengo.

Em entrevista coletiva após a partida, o técnico Alemão reconheceu que deve perder o jogador no Londrina, mas deu incentivo para a saída do lateral. Além do Flamengo, Matheuzinho chegou a despertar o interesse do Palmeiras, mas o clube paulista apenas fez uma sondagem, sem apresentar uma proposta oficial.

– Eu sei que os caras (do Flamengo) estavam aqui para vê-lo e para acertar a ida dele. Não sei o dia que ele vai. O Londrina é um time grande, mas os jogadores buscam algo maior. Em um momento desse, o clube tem que liberar, tem que negociar e deixá-lo seguir a vida, seguir a carreira dele. Ele tem muito futuro. Às vezes ele fica, se frustra e não é mais titular. Aí perde dinheiro o Londrina, perde futuro o atleta, todos perdem. Ele tem que seguir os passos dele, a vida dele - disse Alemão.

O treinador teve papel importante na evolução de Matheuzinho, saindo da base e indo ao profissional. Foi o próprio Alemão que puxou o jogador, então atacante, para a lateral-direita.

Com o técnico, Matheuzinho se destacou na campanha feita pelo Tubarão na Copa São Paulo de Futebol Júnior, no ano passado. Na competição, o lateral marcou dois gols e chamou a atenção principalmente pelo perfil ofensivo.

Promovido no mesmo ano ao elenco profissional, ele fez 15 partidas em 2018, sendo uma das revelações no estadual do ano passado. Depois, passou por uma artroscopia no joelho e voltou em agosto durante a Série B do Brasileiro. Em novembro, foi convocado pela Seleção sub-20 para disputar dois amistosos contra a Colômbia, mas não foi chamado para a disputa do Sul-Americano da categoria.

- Ele é muito forte, tem uma dinâmica de jogo muito boa, chega muito bem no ataque. Um menino bom de cabeça. Torço muito por ele. Sou até suspeito a falar. Quando cheguei, o Matheuzinho era um ponta, e eu o adaptei pela lateral, pela característica que ele tem de chegada na frente. Eu fico muito feliz. Que ele siga a carreira dele, que seja abençoado - comentou Alemão.