Santos de Jorge Sampaoli evolui no Paulistão e finaliza mais (e melhor) do que rivais

Números do Peixe no torneio estadual mostram ataque certeiro.

Derlis González durante treino do Santos - Foto: Ivan Storti/Santos FC

A grande fase do Santos neste início de temporada não é mera coincidência. Após quatro rodadas, o Peixe lidera praticamente todos os quesitos ofensivos entre as demais equipes do Paulistão.

Com onze gols em quatro partidas, o Santos tem uma média de 2,8 gols por jogo. Na artilharia, dois jogadores estão empatados: Jean Mota e Derlis González têm três gols cada.

Curiosamente, o jogador brasileiro era muito criticado pela torcida em 2018 e chegou a ser cotado para deixar o Santos, enquanto o paraguaio também ficou perto de sair do clube.

Antes do início do Paulistão, Derlis González chegou a pedir para ser negociado. No entanto, o técnico Jorge Sampaoli o convenceu a permanecer. Assim, o paraguaio foi inscrito na competição na segunda rodada e, de lá para cá, marcou um gol por jogo.

Dentro de campo, o Santos mostra evolução a cada jogo. Com as 62 finalizações que deu até o momento, o time conquistou a melhor média de chutes certos por jogo no Paulistão e na comparação com outros principais clubes do país, de acordo com o site Footstats.

Com 6,8 finalizações certas por jogo, o Peixe fica à frente de Fluminense, Flamengo e Atlético-MG, além de todos os seus rivais estaduais (São Paulo, Corinthians e Palmeiras).

Na goleada sobre o Bragantino, por 4 a 1, na última quinta-feira, o Santos criou uma chance de gol a cada 20 trocas de passes no primeiro tempo, quando terminou vencendo por 3 a 0. No segundo tempo, os números naturalmente caíram.

Além da criação e da precisão no chute, o Santos ainda se sobressai nos cruzamentos. Até aqui, o Peixe é o terceiro melhor cruzador em aproveitamento. Contra o Bragantino, o time teve 42% de acerto nos cruzamentos e 55% nos lançamentos, média alta para o futebol brasileiro.

Durante a entrevista coletiva da última sexta-feira, Derlis González comentou o novo estilo do Santos. Mesmo com a boa fase, ele garantiu que o time ainda pode melhorar.

Para seguir em evolução, o Santos volta a campo neste domingo, às 19h (de Brasília), contra o Ituano, no estádio Novelli Júnior, em Itu.