Hernanes festeja golaço e projeta estreia do São Paulo na Libertadores: "É dar a vida"

Autor do gol da vitória sobre o São Bento, Profeta diz que chega em condição "razoável" para enfrentar o Talleres, quarta-feira, na Argentina

Hernanes na partida contra o São Bento — - Foto: Marcos Ribolli

Hernanes deixou o gramado do Pacaembu comemorando o golaço e a vitória do São Paulo por 1 a 0 sobre o São Bento, neste domingo, pelo Campeonato Paulista. O Profeta disse estar em uma condição razoável para a estreia na Taça Libertadores, mas prometeu muito empenho contra o Talleres, quarta, às 21h30 (de Brasília), na Argentina.

– Acho que a vitória foi importantíssima em primeiro lugar porque, se você faz gol e não tem os três pontos, fica um gostinho amargo. Gol, vitória... Foi importante voltar a jogar. Eu não tinha jogado mais do que 45 minutos. Foi importantíssima essa participação. Ainda com gol, perfeito. Vamos pensar na quarta-feira – afirmou Hernanes.

 
 

E o São Paulo trata a partida em Córdoba como fundamental para os planos na temporada. O Tricolor ganha fôlego com a vitória deste domingo, principalmente depois de perder (e jogar mal) contra Santos e Guarani.

Após atuar no Torneio da Flórida, Hernanes foi retirado das primeiras partidas oficiais por conta de um desequilíbrio muscular. Ele só retornou na partida passada, contra o Guarani. O Profeta ainda não está 100% fisicamente, mas assegura que não faltará empenho diante dos argentinos.

– Acho que fizemos o máximo para chegar numa condição razoável. Agora é entregar tudo, é dar a vida. Libertadores é diferente, é raça, é coração. Vamos que vamos – afirmou o jogador, que ainda valorizou a importância da reunião do elenco na última quinta-feira.

 
 

– Foi importante a reunião que tivemos após a derrota contra o Guarani. Pontuamos coisas que teriam de ser pontuadas. Nos dias seguintes conseguimos colocar em prática. O resultado não é por acaso. Quando a gente coloca foco e treinamento as coisas acontecem. Vamos com tudo para a quarta-feira encarar a decisão.