'É uma grande responsabilidade', diz Volpi, prestes a encarar o Talleres

Por fim, Volpi também comentou sobre as conversas que vêm rolando.

Tiago Volpi sofreu quatro gols em seus cinco primeiros jogos oficiais com a camisa do São Paulo - (Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

O São Paulo retorna à Copa Libertadores nesta quarta-feira após dois anos sem disputar o torneio preferido de sua torcida. Na véspera de visitar o Talleres no estádio Mario Alberto Kempes, em Córdoba, na Argentina, o goleiro Thiago Volpi reconheceu a grande responsabilidade de levar o Tricolor à fase de grupos do torneio continental.

“Feliz, a primeira palavra é feliz. Estou muito motivado, sabendo da grande responsabilidade que temos, mas preparados. Depois da preparação na Copa Flórida, nesses primeiros jogos do Paulista, chegamos em um momento bom, em um nível de confiança bom, sabendo da dificuldade que vai ser jogar contra o Talleres, uma equipe que há muito tempo não disputa a Libertadores e que vai querer dificultar o jogo. Sabemos como é o estilo do futebol argentino. Esperamos um jogo muito duro, de muita imposição física, mas esperamos levar um bom resultado para São Paulo”, disse Volpi ao SporTV.

Recentemente, o Tricolor acabou sofrendo duas duras derrotas no Campeonato Paulista. Primeiro, o time perdeu de forma acachapante para o Santos, em seu primeiro grande teste do ano. Em seguida, foi superado pelo Guarani jogando em casa, fato que abalou a confiança da torcida em relação às perspectivas do São Paulo para 2019. Volpi, no entanto, garante que os resultados negativos foram bons para “acordar” o elenco.

“Costumo dizer que há males que vêm para o bem. A gente realmente não fez o jogo que esperávamos contra o Santos, mas isso também serviu de alerta para o grande desafio que temos no ano, que é o jogo de amanhã contra o Talleres. Muitas vezes você pode ganhar do Santos e do Guarani, isso te iludir e você jogar com um pensamento diferente no jogo de amanhã. Isso serviu para nos deixar em estado de alerta, focados e sabendo que, se entrarmos da mesma forma que entramos no jogo contra o Santos, não iremos vencer. É tentar encaminhas o resultado amanhã, porque um mau jogo pode nos complicar em relação à classificação”, pontuou.

Por fim, Volpi também comentou sobre as conversas que vêm rolando há tempo sobre o duelo com o Talleres pela Pré-Libertadores. Segundo o goleiro, desde quando o elenco se apresentou para iniciar a pré-temporada nos EUA o assunto principal era o confronto com o Talleres.

“A gente tem conversado muito sobre isso praticamente desde quando nos apresentamos, sobre o fato de não termos margem de erro para esse jogo contra o Talleres. Sabemos que muito do que vai acontecer no ano depende do que vai acontecer amanhã. O torcedor pode ter certeza que sabemos da grande responsabilidade que teremos nesse jogo de amanhã. Até falamos depois da derrota para o Santos, para o Guarani, que poderia estar tudo muito bonitinho, nós invictos no Paulista, mas que, se chegasse no jogo de amanhã e não ganhássemos, não valeria de nada a invencibilidade. A nossa responsabilidade maior está no jogo de amanhã. Todos estão cientes da responsabilidade e é algo que estamos conversando desde que nos apresentamos para a pré-temporada”, concluiu.