Comissão deve validar certificados contestados e homologar resultado do concurso

Com a decisão, o resultado do concurso público, com a classificação final, será divulgado e homologado.

Secretário de Fazenda, Tributação e Gestão Estratégica, Renato da Silva Santos - Foto: Marcos Tomé/Região News

A Comissão Organizadora do concurso público promovido em setembro pela Prefeitura de Sidrolândia deve validar os certificados emitidos pela empresa Cursos Online SP do Brasil e que foram apresentados na prova de títulos por 16 candidatos. Com a decisão, o resultado do certame, com a classificação final, será divulgado e homologado.

A Fapec, instituição ligada à Universidade Federal que realizou o concurso, inicialmente, além de não validar o certificado, zerou todas as outras notas da prova de títulos, inclusive diplomas de pós-graduação e mestrado.

A Fundação chegou a comunicar ao Ministério Público à eliminação dos candidatos, sob suspeita de que os documentos eram falsos, além de questionar a metodologia da capacitação, que garantia a aprovação, após uma prova online com 10 questões. Bastava acertar metade. A Promotoria arquivou o pedido de investigação e não respaldou a eliminação dos candidatos.  

O secretário de Fazenda, Tributação e Gestão Estratégica, Renato da Silva Santos, presidente da Comissão Organizadora, defende a homologação do resultado (com validade do certificado da Cursos Online SP Brasil) porque não há indícios de que o documento seja falsificado, de fato essa empresa com sede em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, oferece capacitação na modalidade a distância.