Suspeito de decapitar jovem em Corumbá é preso e outros quatro são procurados

De acordo com a Polícia Civil, execução tem relação com a disputa entre facções criminosas.

Imagens do vídeo em que o homem aparece cometendo o crime apontam que o suspeito usava tornozeleira eletrônica. — - Foto: TV Morena/Reprodução

Está preso um dos envolvidos na execução de Gerson Surubi Arteaga, de 24 anos, ocorrida no dia 2 de fevereiro, em Corumbá, a 415 quilômetros de Campo Grande. A polícia procura por outros quatro suspeitos de decapitarem o rapaz.

De acordo com a Polícia Civil, os cinco suspeitos foram identificados na sexta-feira (8), após trabalho conjunto com a Polícia Militar. Mauro Rodrigues de Paula, de 28 anos, foi preso e confessou envolvimento no crime. Foi ele quem levou os executores até o local do crime e deu fuga a eles.

A polícia procura agora por dois suspeitos de 22 anos, outro de 23 e um de 26, cujas características físicas são muito semelhantes a dos indivíduos que aparecem nos vídeos da execução do crime divulgados em redes sociais.

Conforme a polícia, os envolvidos no crime são ligados ao PCC e a vítima ao Comando Vermelho. A disputa por território entre as duas facções teria motivado a execução.

Os cinco suspeitos estão com as prisões preventivas decretadas. O caso foi registrado como homicídio qualificado pelo motivo torpe e pelo emprego de meio cruel e que impossibilitou a defesa da vítima.