Em tratamento contra dengue, menina precisa de doação de plaquetas

Quem puder doar, ir até o Hemosul em nome de Clara Zanatta.

As doações podem ser feitas no Hemosul de Campo Grande, localizado na Avenida Fernando Corrêa da Costa, N°1304 - Centro - - Foto: Valdenir Rezende/Correio do Estado

Em tratamento contra a dengue hemorrágica, Clara Cecília Zanatta, de 6 anos, precisa de doações de sangue e de plaquetas o mais rápido possível.

Conforme amigos da família, o quadro clínico da menina precisa de cuidados, porque devido a doença, suas plaquetas estão bem baixas. As doações podem ser feitas no Hemosul de Campo Grande, localizado na Avenida Fernando Corrêa da Costa, N°1304 - Centro. As doações devem ser direcionadas ao nome de Clara Zanatta. 

DOAÇÃO PLAQUETAS

A doação de plaquetas ajuda a muitas pessoas com doenças graves, principalmente em crianças. A reposição que o organismo faz é rápida, em apenas 72 horas todas as células estão repostas.

Mas para realizar uma doação por aférese é necessário ser doador no formato tradicional, obedecer aos critérios exigidos para a doação comum e ter um bom calibre de veia. Também são exigidos pelo menos 60 kilos para quem vai doar plaquetas e 70 kilos para doação de hemácias. A doação de plaquetas chama plaquetaférese e a doação de hemácias eritrocitaférese.

Mais informações e agendamento podem ser obtidas pelo telefone 3312-1540.