Prefeito coloca equipe para promover manutenção em escolas e diretor vê exageros nas criticas

Na avaliação do diretor há um certo exagero nas críticas sobre as condições do estabelecimento de ensino.

Diretor vê exagero nas críticas e cobra pais por vandalismo na escola - Foto: Vanderi Tomé/Região News

Na avaliação do diretor da Escola Municipal Pedro Aleixo, uma das mais tradicionais da rede pública de Sidrolândia, há um certo exagero nas críticas sobre as condições do estabelecimento de ensino que tem mais de 1.500 alunos matriculados.

“São necessários sim alguns reparos, fazer uma nova pintura, eventualmente corrigir algumas rachaduras, mas não há nenhum problema que impeça os professores de dar aula”, avisa Francisco Angelo Pigoso, que menciona como “exageros”, postagens nas redes sociais alertando que o quadro negro de algumas salas está na iminência de cair na cabeça das crianças. “Isto não condiz com a realidade, porque na verdade o quadro é uma pintura na parede, não uma moldura que possa despencar e machucar alguém”, afirma em entrevista ao Região News.

O diretor também cobra dos pais maior compromisso com a formação dos filhos em casa. Segundo ele os problemas que levaram a interdição de alguns banheiros (além da falta de manutenção) foram agravados porque algumas crianças praticam travessuras (uma versão infantil de vandalismo) como a de “jogar o rolo do papel higiênico inteiro após ir ao banheiro ou até mesmo latinhas de refrigerante”. Para tentar coibir a prática, adotou a estratégia de obrigar as crianças a pegar o papel higiênico na secretaria e devolver quando voltar do banheiro.

O fato é que a partir da divulgação em rede estadual pela TV Morena, da matéria veiculada pelo RN, ainda sexta-feira o serviço de manutenção da Prefeitura começou a se mexer. Foram feitos reparos emergenciais para restabelecer o funcionamento dos 12 banheiros e logo após a entrevista coletiva concedida pelo prefeito Marcelo Ascoli, funcionários da Tapeçaria Real retiraram o toldo rasgado do hall de entrada da escola. A promessa é de que nesta segunda-feira eles voltem para repor o material de cobertura.

Pelas estimativas do próprio prefeito será preciso gastar em torno de R$ 100 mil para fazer todos os reparos. Ele preferiu não prever quando essas melhorias serão feitas, mas podem demorar até 90 dias, expectativa do secretário de Governo, Clayton Ortega. Equipes da própria Prefeitura, que trabalharam na reforma de algumas creches, vão trocar tomadas, fios desencapados, torneiras estragadas. Confira em vídeo a reportagem sobre a Escola Pedro Aleixo.

Prefeito isenta secretária e assume culpa por falta de manutenção nas escolas

Prefeitura coloca equipe para promover manutenção nas escolas e diretor do Pedro Aleixo diz que há exageros em denúncias. Assista.

Publicado por Regiao News em Sábado, 23 de fevereiro de 2019