Pressão no Fla, exílio no Japão e cinco meses parado: como Alex Muralha chega ao Coritiba

Goleiro volta ao futebol brasileiro após disputar a segunda divisão do Campeonato Japonês.

Alex Muralha pertence ao Fla e fecha com o Coxa por empréstimo até dezembro - Foto: Gilvan de Souza/Flamengo

O goleiro Alex Muralha chega ao Coritiba após viver muitas turbulências na carreira, principalmente na passagem pelo Flamengo. O jogador de 29 anos busca a redenção após críticas no Fla e uma passagem pela segunda divisão do futebol japonês. Muralha chega ao Coritiba com contrato de empréstimo válido até dezembro.

Alex Muralha será apresentado à imprensa na manhã de quarta-feira. O GloboEsporte.com vai transmitir a entrevista ao vivo!

Alex começou a carreira no Paraná Clube e passou por Olé Brasil, Votoraty, Comercial, Oeste, Cuiabá, Shonan Bellmare-JAP, Mirassol, Figueirense, Flamengo e Albirex Niigata.

O goleiro destacou-se com a camisa do Figueira em 2015. Ele ajudou a livrar a equipe catarinense do rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro e chamou atenção do Flamengo.

Muralha, porém, não conseguiu repetir o desempenho pelo clube carioca. Até disputou 75 jogos (37 em 2016 e 38 em 2017), mas cometeu falhas e virou alvo de críticas tanto da torcida quanto da imprensa.

Sem o apelido Muralha

Um episódio ficou marcado - negativamente - na carreira do goleiro. Após ele levar um gol do Paraná, na final da Primeira Liga, o jornal Extra afirmou que não usaria mais o apelido Muralha. "Em nome da precisão jornalística, o leitor do EXTRA não encontrará, a partir de hoje, a palavra Muralha relacionada ao senhor Alex Roberto Santana Rafael", dizia o jornal.

Muralha emitiu uma nota em que se dizia indignado com o jornal, afirmando que "falhas fazem parte, em qualquer segmento" e que "isso está longe de ser uma brincadeira". "A palavra é humilhação, é execração pública", respondeu o goleiro.

Estratégia curiosa

Depois desse episódio, Alex Muralha jogou mais quatro vezes pelo Fla. E com mais polêmica. Ele pulou para o mesmo lado em todas as cobranças, não conseguiu defender nenhum pênalti, e o Fla perdeu para o Cruzeiro na final da Copa do Brasil. Muralha argumentou que pular para um só lado era "uma estratégia".

Em meio a tanta pressão, Alex Muralha seguiu um novo rumo na carreira. O Flamengo emprestou o goleiro ao Albirex Niigata para a disputa da segunda divisão do Campeonato Japonês de 2018. Alex Muralha disputou um total de 29 jogos e sofreu 40 gols.

Em busca da redenção

A equipe terminou na 16ª posição entre 22 times. Muralha jogou pela última vez há cinco meses, desde 6 de outubro de 2018. Na ocasião, o Albirex Niigata venceu o Fagiano Okayama em casa. Desde janeiro, Alex Muralha só treinava no Fla - com quem tem contrato até 2020.

O goleiro chega ao Coritiba para substituir Wilson - que, por uma lesão na mão, ficará pelo menos seis semanas fora. Muralha, portanto, deverá disputar toda a Taça Dirceu Krüger, o segundo turno do Paranaense - contra Cianorte, FC Cascavel, Cascavel CR, Rio Branco-PR e Paraná Clube.