São Paulo poupa Nenê em dia de puxado treino de finalizações

O meia ficou em tratamento na parte interna do CT da Barra Funda em função de uma pancada no joelho esquerdo sofrida no treino da última segunda.

- Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press

Em preparação para o duelo com a Ferroviária, o São Paulo voltou a treinar na ensolarada manhã desta quarta-feira. Com Nenê poupado, o técnico interino Vagner Mancini comandou um exaustivo trabalho de finalizações que durou cerca de 1h30.

O meia ficou em tratamento na parte interna do CT da Barra Funda em função de uma pancada no joelho esquerdo sofrida no treino da última segunda. O inchaço no local, no entanto, não preocupa, e o camisa 10 estará à disposição para o próximo compromisso do time.

No Reffis, Nenê fez companhia a Liziero (entorse no tornozelo direito e dores no púbis), Reinaldo e Everton (estiramento na coxa esquerda), e Biro Biro (estiramento na coxa direita). A tendência é que nenhum dos membros desse quarteto reúna condições de enfrentar a Ferroviária no sábado.

Dentro de campo, o dia foi reservado para o plantel calibrar a pontaria. Na primeira atividade, as jogadas começavam pelas laterais e terminavam com cruzamentos rasteiros ou aéreos para quem estivesse dentro da área concluir a gol.

Não havia função específica neste trabalho. Ou seja, os zagueiros podiam tanto cruzar na linha de fundo quanto finalizar dentro da área. O treinamento exigiu bastante dos atletas, que tiveram poucas pausas para descanso, apesar do forte calor.

 

Em seguida, já com alguns jogadores liberados mais cedo, Pablo, Diego Souza, Gonzalo Carneiro, Helinho, Jonas Toró, Everton Felipe e Igor Gomes deram continuidade ao exercício. Desta vez, eles tinham de tabelar com Mancini dentro da área e finalizar, obrigando Tiago Volpi, Jean, Lucas Paes e Junior a trabalharem forte também.

De volta à liderança do Grupo D do Campeonato Paulista, com 13 pontos, o São Paulo tenta dar mais um passo rumo à classificação às quartas de final. O duelo com a Ferroviária, válido pela 10ª rodada, será neste sábado, às 21 horas (de Brasília), no Pacaembu – o Morumbi está inativo devido aos estragos causados pelo temporal do último sábado.