Ex-prefeito de Sidrolândia tem casa roubada duas vezes em menos de três anos

Em 02 de julho de 2016, sua residência foi invadida por volta de 18h por dois bandidos que estavam com armas de grosso calibre.

Ex-prefeito Ari Basso - Foto: Marco Tomé/Região News

O ex-prefeito de Sidrolândia, Ari Basso (PSDB) que é produtor rural, foi alvo novamente da ação de bandidos; desta vez um homem identificado como sendo Maico de Almeida Walta, de 31 anos, furtou pertences de valor do interior da residência localizada no centro da cidade. O caso foi registrado por volta das 6h15 da manhã desta terça-feira de Carnaval, dia 5.

Na residência estava o casal; Ari Basso, de 72 anos e a esposa, Marlene Basso (68). Segundo informações da Policia Militar, Maico foi preso em flagrante quando já de posse de alguns objetos furtados na casa do ex-prefeito, pulou para moradia ao lado, pertencente a Cleber Coldebella (38) que chamou a Polícia.

Ele preparava para praticar o que seria o segundo roubo quando Cleber ouviu barulhos no telhado e depois, no interior de sua residência. O suspeito, que tem várias passagens pela Polícia já estava num dos cômodos que dá acesso ao banheiro e com um dos pés, impedia que a porta fosse aberta.  Os policiais determinaram que Maico saísse com as mãos na cabeça.

O rapaz levava duas medalhas pertencentes ao ex-prefeito que com a ação dos policiais na vizinhança, foi até o local e reconheceu os objetos furtados, duas medalhas de cores douradas, como sendo de sua propriedade. Maicon foi levado sem ferimentos para a Delegacia de Polícia Civil da cidade.

Assalto – Julho de 2016

Este já é o segundo episódio em que o ex-prefeito Ari Basso é alvo. Em 02 de julho de 2016, sua residência foi invadida por volta de 18h por dois bandidos que estavam com armas de grosso calibre. Familiares foram rendidos na ação e os bandidos buscaram pelo cofre da casa, porém, nada foi levado.

De acordo com as informações divulgadas na época, os homens pertenciam a uma quadrilha que também realizou roubos a agências dos correios nos municípios de Ribas do Rio Pardo, Terenos, Sidrolândia e Miranda. Os bandidos renderam o cunhado do então prefeito à época, quando chegava à residência.

Um dos bandidos exigiu que o motorista da caminhonete entregasse o veículo, enquanto o outro entrou na residência para procurar objetos de valor. Minutos depois, ele retornou e disse para o comparsa que algo deu errado e teriam que ir embora. Antes de desistir do roubo, eles atiraram duas vezes para o chão e uma vez para o lado. Ninguém se feriu e a dupla fugiu do local sem levar nada.