Rose e Beto defendem consenso, mas buscam apoio dentro do PSDB

Os dois deputados federais têm a intenção de comandar a legenda pelos próximos dois anos.

Deputados Rose Modesto (PSDB) e Beto Pereira (PSDB), disputam comando do partido - Foto: André Maganha - Assessoria)

Os deputados federais Beto Pereira (PSDB) e Rose Modesto (PSDB), que disputam o comando regional do partido, defendem um “consenso”, antes da eleição marcada para abril, no entanto continuam a articulação interna, em busca do apoio dos filiados e principais lideranças.

Rose Modesto admitiu que está buscando apoio dentro da base do partido, junto a militância tucana e com as lideranças que possuem “peso” na escolha do comando regional, mas ressaltou que também está disposta a buscar um “diálogo” e o “consenso” com adversário. “Acredito que este sempre será o melhor caminho para manter o partido unido e forte”, ponderou.

A deputada espera ter como “trunfo” o fato de ter abrido mão do comando regional, em novembro de 2017, em prol de um acordo em favor de Beto Pereira. Desta vez ela espera que o partido possa ficar ao seu favor. Também defende a ideia que a legenda precisa de “alternância” no poder, até para fortalecer as diferentes lideranças.

Diálogo - Beto Pereira também segue o discurso que é mais “salutar” a legenda buscar o consenso, sem precisar de disputa de votos. “Quando existe acordo o partido sai fortalecido, pois assim existe unidade”. Ele entende que este diálogo deve ocorrer após as eleições municipais da legenda, que precisam ser feitas até o dia 1° de abril.

“Depois deste período, acredito que começamos a construir este entendimento. Coloquei meu nome a disposição, para dar continuidade a atual gestão”, disse Pereira. O deputado lembrou que o grupo teve sucesso na principal prioridade da eleição de 2018, que era a reeleição do governador Reinaldo Azambuja (PSDB).

“Acredito que daqui para frente precisamos priorizar as bases municipais, até por conta do processo eleitoral de 2020”. O calendário de convenções do PSDB começa em março, com a definição dos diretórios municipais. Depois a disputa regional será entre 12 a 15 de abril.

Bancada – Entre os deputados estaduais do PSDB, Rose Modesto já tem o apoio do irmão, Rinaldo Modesto, além de Marçal Filho e Onevan de Matos. “Ela (Rose Modesto) me pediu o voto e apoio, por isso já fiz o compromisso de estar do lado”, explicou Marçal.

Já Felipe Orro (PSDB) e o deputado Paulo Corrêa (PSDB), presidente da Assembleia, ainda não declaram apoio para nenhum dos candidatos. “Por enquanto vou esperar, até porque não me procuraram ainda. Acredito que o melhor para o partido ainda é um acordo e consenso”, disse Orro.