'Deixa as investigações continuarem', diz Bolsonaro sobre ministro do Turismo

Márcelo Alvaro Antônio é citado em caso de supostas candidaturas-laranja nas eleições de 2018 em Minas Gerais.

- Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira (8) que é preciso deixar que continuem as investigações sobre o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio (PSL), envolvido no caso de supostas candidaturas-laranja nas eleições de 2018 em Minas Gerais.

Bolsonaro comentou a situação do ministro em uma entrevista a jornalistas no Palácio do Planalto, após cerimônia na qual seis embaixadores entregaram cartas credenciais ao presidente. A entrega de cartas faz parte do protocolo quando novos embaixadores passam a atuar no país.

O presidente foi questionado pelos jornalistas se o caso de Álvaro Antônio provoca constrangimento no governo.

“Deixa as investigações continuarem”, respondeu Bolsonaro. Em seguida, ele encerrou a entrevista.

Repasse a candidatas

A investigação apura supostas irregularidades no repasse de recursos do Fundo Especial de Financiamento de Campanha pelo PSL a candidatas nas eleições de 2018.

Marcelo Álvaro Antônio presidia o diretório estadual do PSL em Minas Gerais nas eleições, e parte do dinheiro enviado a, segundo as investigações, foi devolvida a assessores ligados ao ministro.

A defesa do ministro afirma que ele "vai comprovar que as denúncias são infundadas".