Juiz Odilon pode trocar atual partido pelo PSD

Ex-candidato ao governo estaria sendo cotato para assumir cargo na pasta de Desenvolvimento.

Hebert Assunção, Juiz Odilon e o vereador Odilon Filho em outubro de 2018 após segundo turno - - Foto: Valdenir Rezende/Correio do Estado

O ex-candidato ao governo de Mato Grosso do Sul e juiz federal aposentado, Odilon de Oliveira, pode deixar o PDT e seguir rumo ao PSD para ingressar na Prefeitura de Campo Grande. A estratégia faz parte dos planos do administrador de Campo Grande, Marcos Trad (PSD), para manter um possível concorrente no pleito de 2020 ao seu lado, conforme informações de bastidores. 

Sem o cargo no Executivo de Mato Grosso do Sul, Odilon já informou que na próxima eleição ele não deve compor chapa como vice-prefeito, a opção seria concorrer ao maior cargo do paço municipal ou então declarar seu apoio a algum dos concorrentes. 

Conforme informações que circulam nos bastidores da política campo-grandense, o nome do juiz aposentado está sendo cotado para assumir o cargo de chefe da assessoria jurídica da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e da Ciência e da Técnologia (Sedesc), que até o dia 1º de março era ocupado por Viriato Pereira dos Santos, que foi exonerado junto com o então secretário, engenheiro agrônomo, Abrahão Malulei Neto.