Mato Grosso do Sul é o estado com maior taxa de presos do País

Atrás de Mato Grosso do Sul vem o Acre, na região norte do Brasil, com 832,79 presos para cada 100 mil habitantes.

Presídio Federal de Segurança Máxima em Campo Grande - Foto: Campo Grande News

Mato Grosso do Sul é o estado brasileiro que apresenta a maior "taxa de encarceramento", ou seja, o maior número de presos por habitante da população. Dados do Cadastro Nacional de Presos do CNJ (Conselho Nacional de Justiça) apontam um índice de 834,60 presos a cada 100 mil habitantes no estado. Os dados tem como base a população carcerária em 2017, 22.644 pessoas privadas de liberdade.

Atrás de Mato Grosso do Sul vem o Acre, na região norte do Brasil, com 832,79 presos para cada 100 mil habitantes. Em terceiro lugar aparece o Distrito Federal, com 573,49 pessoas privadas de liberdade a cada 100 mil habitantes.

Em Mato Grosso do Sul, 92% dos presos são do sexo masculino e 7,9% são mulheres. É o segundo estado com a maior população carcerária feminina do Brasil. Em 2017 1.807 mulheres estavam presas no estado. Mato Grosso do Sul fica atrás apenas de Minas Gerais, que tinha 2.346 mulheres presas em 2017.

Chama a atenção, também, o número de presos provisórios em todo o país. Eles representam 40,03% da população carcerária em 2017. Em Mato Grosso do Sul, as prisões de execução provisória eram 46,80% das pessoas privadas de liberdade.

O regime fechado também corresponde a maioria dos presos brasileiros. São 74,09% das prisões. O CNJ também apresenta dados sobre o número de presos mortos dentro dos presídios brasileiros. Entre outubro de 2017 e maio de 2018, foram 109. Mato Grosso do Sul é o 4º estado com maior número de mortes, 8.

Tipos penais – O roubo é o crime que mais encarcera brasileiros e responde 27,58% das prisões, seguido pelo tráfico de drogas que representa 24,74% dos crimes cometidos pelos presos. Em terceiro lugar aparece os homicídios, 11,27% das condenações.

A maioria dos presos brasileiros também são jovens, têm entre 18 e 24 anos – 30,52% dos presos -. Os pardos são 43,62% da população carcerária brasileira. No Brasil, 71,15% dos presos tinham apenas o ensino fundamental completo.

Mato Grosso do Sul é o segundo estado com maior número de presos estrangeiros, 320, ficando atrás apenas de São Paulo, com 1061. A maioria dos presos estrangeiros no Brasil são bolivianos, 286 em 2017.