Acadêmicos da UCDB dia 6 de abril vão ajudar contribuintes a fazer a declaração do Imposto de Renda

Esta é a terceira edição consecutiva que a ação é realizada e, neste ano, foi ampliada para os contribuintes de Sidrolândia.

Esta é a terceira edição consecutiva que a ação é realizada e, neste ano, foi ampliada para os contribuintes de Sidrolândia - Foto: Divulgação/Assessoria

No próximo dia 6 de abril, acadêmicos de Ciências Contábeis da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB), participarão de um Balcão de Atendimento Fiscal para orientar contribuintes e realizar o preenchimento da declaração do imposto de renda pessoa física 2019 (contribuinte com apenas uma fonte de renda e que possua até dois bens). O atendimento será na Casa do Trabalhador, das 9h às 16h.

“O principal objetivo com o Balcão de Atendimento Fiscal é levar ao contribuinte a informação sobre a forma correta de preencher a declaração do imposto de renda. Trabalhar com os alunos a responsabilidade social enquanto profissionais e um terceiro momento trabalhar a ética no exercício profissional, porque trabalhamos com informações que são de terceiros e que há necessidade de termos o sigilo. Faz parte do projeto pedagógico do curso trabalhar valores sociais, valores da comunidade e o atendimento”, explica a coordenadora do curso de Ciências Contábeis da UCDB, Lucélia Tashima.

Esta é a terceira edição consecutiva que a ação é realizada e, neste ano, foi ampliada para os contribuintes de Sidrolândia, contando com acadêmicos da UCDB que moram no município, além de outros que são do ensino a distância e residem em Maracaju. Todo atendimento é supervisionado por professores da Universidade Católica. “É a primeira vez que estamos fazendo essa parceria e queremos continuar. Vai colaborar tanto para o universitário quanto para o público que vai ser atendido em nossa cidade, seja com informações ou no preenchimento da declaração”, destaca a secretária municipal de Desenvolvimento Econômico, Elaine Brito.

A declaração é obrigatória para quem, durante o ano de 2018, obteve rendimentos tributáveis (salários, aluguéis, pensões, etc.) superiores a R$ 28.559,70. Também deve declarar quem teve rendimentos isentos não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$ 40 mil. Também está obrigado a declarar o contribuinte de atividade rural com receita bruta superior a R$ 142.798,50.

“Neste ano, a informação do CPF dos dependentes é obrigatória na declaração, não importando a idade dos dependentes ou do alimentado. O valor da alíquota efetiva deve constar ao lado dos valores do imposto a pagar ou da instituição a receber. Também tivemos mudanças na declaração de bens. Será preciso ter as informações complementares a esses bens, como veículos e bens móveis”, observa a professora.

O prazo de envio da declaração do imposto de renda pessoa física 2019 teve início no dia 7 de março e vai até às 23h59 (horário de Brasília) do dia 30 de abril. Quem não entregar no prazo o valor mínimo da multa é de R$ 165,74 e o máximo varia em até 20% do imposto devido.