PM reforça segurança nas escolas para acalmar pais e alunos assustados por fake news de atentados

Os policiais estão visitando as escolas, conversando com os estudantes, com objetivo de tranquilizar a comunidade escolar.

As viaturas estão visitando as escolas, na hora da entrada, intervalos e saídas, conversando com os estudantes. - Foto: Divulgação/PM

A Polícia Militar iniciou nesta quinta-feira um policiamento especifico nas sete escolas públicas da zona urbana de Sidrolândia. As viaturas estão visitando as escolas, na hora da entrada, intervalos e saídas, conversando com os estudantes, com objetivo de tranquilizar a comunidade escolar.

Desde segunda-feira, quando dois adolescentes foram surpreendidos quando se preparavam para atear fogo no pátio da Escola Valério Carlos da Costa, durante o recreio, tem aparecido boatos, propagados por grupos de WhatsApp, com informações (falsas) sobre supostos planos de ataque a escolas. “Tudo não passa de Fake News”, garante o comandante da Polícia Militar, tenente coronel Erivaldo José Duarte Alves.

Numa das mensagens, que provocou pânico entre os pais, uma mulher (supostamente mãe de um aluno), passa a informação (inverídica) transmitida por uma parente, funcionária da Pedro Aleixo, da prisão de dois integrantes de uma gangue que estariam ameaçando matar estudantes em diferentes escolas.