Com crescimento de 38,5% celulose lidera ranking de exportações de MS no primeiro trimestre de 2019

O faturamento saltou de US$ 399,277 milhões para US$ 553,336 milhões, segundo dados do Ministério da Economia.

Celulose lidera ranking de exportações de MS em 2019 — - Foto: Reprodução/TV Morena

Mato Grosso do Sul registrou um crescimento de 38,5% na receita com as exportações de celulose no primeiro trimestre de 2019 em comparação com o mesmo período de 2018. O faturamento saltou de US$ 399,277 milhões para US$ 553,336 milhões, segundo dados do Ministério da Economia.

Nestes primeiros três meses do ano, a celulose, a exemplo do que ocorreu também no ano passado, liderou o ranking de exportações do estado. Na segunda posição aparece a soja, que, entretanto, sofreu uma queda de 28,2% no faturamento na mesma comparação - de US$ 305,249 milhões para US$ 219,137 milhões.

Na terceira posição da listagem vem a carne desossada e congelada de bovinos. O produto também contabiliza um incremento das vendas externas no acumulado de janeiro a março de 2019 frente ao mesmo intervalo de tempo de 2018, 6,9%, com o faturamento passando de US$ 89,648 milhões para US$ 95,872 milhões.

Fecham o “top cinco” do ranking sul-mato-grossense de exportações outros dois tipos de proteína animal. Pedaços e miudezas comestíveis congelados de galos e galinhas aparece na quarta posição, com uma redução na receita de 22,1%, na relação entre o primeiro trimestre dos dois anos, de US$ 71,024 milhões para US$ 55,281 milhões.

Já a carne desossada fresca ou refrigerada de bovinos vem em quinto. O produto registrou uma discreta alta no faturamento na comparação das parciais de 2019 com 2018, 1,3%. O valor obtido na comercialização internacional passou de US$ 47,369 milhões para US$ 48,006 milhões.

No cômputo geral, o estado registrou nos primeiros três meses deste ano uma redução de 1,62% no ganho com as exportações no confronto com os dados do mesmo período do ano passado. O valor caiu de US$ 1,197 bilhão para US$ 1,178 bilhão.

O Ministério da Economia aponta que neste início de 2019, a China se manteve como principal parceiro comercial de Mato Grosso do Sul. O país foi responsável por 40,89% da receita total do estado com as vendas no mercado internacional, o que representa US$ 481,851 milhões.

Mato Grosso do Sul vendeu para os chineses nove produtos. O principal foi a celulose. O país comprou 58,74% da produção exportada pelo estado, o equivalente a 706,174 mil toneladas, o que resultou em um faturamento de US$ 298,792 milhões.