Pastor já está em liberdade após pagar fiança de R$ 5 mil fixada pela Justiça

O juiz Fernando Moreira Freitas relaxou a prisão, permitindo que o pastor respondesse ao processo em liberdade.

Pastor Luciano Linzmeyer, 43 anos, preso em flagrante na quarta-feira - Foto: Arquivo/Região News

Está em liberdade desde o final da tarde de ontem, quinta-feira (4), o pastor Luciano Linzmeyer, 43 anos, preso em flagrante na quarta-feira com um arsenal de armas em casa, além de munição e coletes a prova de bala. O juiz Fernando Moreira Freitas relaxou a prisão, permitindo que o pastor respondesse ao processo em liberdade, medida imposta com o pagamento de uma fiança de R$ 5 mil.

O magistrado entendeu que Luciano poderia ser colocado em liberdade, porque é primário, tem endereço fixo, o crime pelo qual foi indiciado não resultou em violência ou “grave ameaça à pessoa”.

A Polícia Civil foi até a casa do pastor na quarta-feira com um mandado de busca para apreensão de armas que estariam em poder do pastor. Os policiais encontraram em um quarto, no fundo da casa 900 munições, de calibre 22, 38 e de 9 milímetros. Também foram apreendidos um revólver calibre 38, uma espingarda calibre 22, coletes a provas de balas e vários acessórios de arma de fogo. O colete balístico só pode ser usado com autorização do Exército Brasileiro.

Há um ano, o pastor teve uma desavença com um sócio. Na ocasião, ele teria usado uma arma de fogo para ameaçá-lo. A vítima então fez o boletim de ocorrência de ameaça. Paralelo à esta ocorrência, o Ministério Público (MP) iniciou uma investigação e intimou o pastor para que demonstrasse o documento de registro da arma e entrou com um mandado de busca e apreensão.