Justiça usa WhatsApp para intimar partes nos processos da 2ª Vara de Sidrolândia

A ideia deu tão certo que a primeira pessoa intimada por WhatsApp compareceu ao cartório no dia seguinte.

O juiz Fernando Moreira Freitas da Silva, titular da Vara, enviou um texto explicativo para advogados e defensores da comarca - Foto: Crislaine Jara/Região News

A 2ª Vara de Sidrolândia implantou a intimação das partes via aplicativo de mensagem instantânea. A ideia deu tão certo que a primeira pessoa intimada por WhatsApp compareceu ao cartório no dia seguinte, dando andamento ao processo.

Nesse primeiro momento, considerado como experimental, os servidores estão usando o WhatsApp Business e uma conta de e-mail foi criada para facilitar o cadastro das pessoas que foram e serão intimadas.

O juiz Fernando Moreira Freitas da Silva, titular da Vara, enviou um texto explicativo para advogados e defensores da comarca, dando-lhes ciência da utilização da nova ferramenta de intimação e solicitando que indicassem o número do aplicativo de seus clientes, permitindo que o cartório os contate, por exemplo, em casos de perícia, audiência redesignada, etc.

“A iniciativa foi aceita e aplaudida. Embora o procedimento possa sofrer algumas mudanças, o principal intuito é favorecer a celeridade e transparência na execução dos processos, notadamente na obtenção de número de documentos, conta corrente para expedição de alvará, intimações para perícias, etc. Esperamos estar iniciando uma nova era na prestação jurisdicional cada vez mais célere”, explicou o juiz.